Sistemas de publicidade infantil do mundo é tema de livro

Capa: Divulgação

Jornal GGN – Fomentando o debate sobre o direcionamento de comunicação mercadológica à criança, principalmente no que diz respeito aos produtos alimentícios, será lançado o livro ‘Autorregulação da Publicidade Infantil no Brasil e no Mundo’, uma obra do programa Criança e Consumo, do Instituto Alana, e da Andi – Comunicação e Direitos. O lançamento da obra será marcado com uma roda de conversas e a presença de profissionais que contribuirão com a pesquisa, evento que acontece na próxima segunda-feira, 26 de março, na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi, em São Paulo.

No debate de lançamento estarão presentes Isabella Henriques, diretora de Advocacy do Alana; e Veet Vivarta, consultor da Andi; estes organizadores do livro; além dos autores Calixto Salomão, professor titular da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo; Ekaterine Karageorgiadis, coordenadora do programa Criança e Consumo; e Pedro Hartung, coordenador do programa Prioridade Absoluta. A roda terá a mediação de Gabriella Dorlhiac, Senior Policy Advisor da Câmara de Comércio Internacional (ICC) no Brasil.

“Acreditamos que o livro pode impulsionar o debate político e, consequentemente, os avanços no contexto legal e de políticas públicas de nosso país, de maneira a que venham assegurados os direitos das crianças e adolescentes nas áreas de direito, saúde e comunicação”, apontaram os organizadores da publicação.

O livro de desdobra a partir dos princípios estruturantes e dos modos de operação dos sistemas auto regulatórios de publicidade infantil do Reino Unido, França, Austrália, Canadá e União Europeia, focados nas restrições impostas ao marketing de produtos alimentícios não saudáveis. Sendo este, um projeto de pesquisa que surgiu com o levantamento “Autorregulação da publicidade de alimentos para crianças”, realizado em 2013 pelo Harvard Law & International Development Society LIDS, da Universidade de Harvard dos Estados Unidos, em parceria com o Criança e Consumo e Andi.

Entre os artigos, também existem análises que contribuem para o desenvolvimento do tema em âmbito nacional, com possíveis opções no cenário legal brasileiro e algumas iniciativas em andamento promovidas por anunciantes e mercado publicitário. Além dos nomes presentes na roda de conversa de lançamento, também contribuíram com a obra Sheila C. Neder Cerezetti, professora do Departamento de Direito Comercial da Universidade de São Paulo e pesquisadores do Harvard Law & International Development Society (LIDS). A publicação é da Editora Verbatim.

Leia também a entrevista com Ekaterine Karageorgiadis, coordenadora do programa Criança e Consumo, que falou ao GGN sobre a luta por uma infância livre de publicidade

Serviço
 
Lançamento ‘Autorregulação da Publicidade Infantil no Brasil e no Mundo’ e roda de conversa com organizadores e autores da obra
 
Onde: Livraria Cultura do Shopping Iguatemi – Av. Brg. Faria Lima, 2232 – Jardim Europa, São Paulo – SP, 01489-900
Quando: segunda-feira, 26 de março, às 18h30
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. Bom,

    deste rebanho que somos, quem deve tomar conta é o cachorro, que embora seja da família  do lobo, vai mante-lo a uma distância segura.

    A auto regulação é como se  o lobo fizesse um acordo com o cachorro para escolherem  em quanto tempo devorariam o rebanho.

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome