Favorito ao cargo de PGR foi processado por falsa identidade, por Luis Nassif

Teria forjado a assinatura de um advogado em queixa crime que apresentou contra Maria do Carmo F. Alves, que o teria caluniado.

O subprocurador Antonio Carlos Simões Martins Soares, candidato dos Bolsonaro ao cargo de Procurador Geral da República, foi processado por falsidade ideológica e falsa identidade. Teria forjado a assinatura de um advogado em queixa crime que apresentou contra Maria do Carmo F. Alves, que o teria caluniado.

Soares apelou da decisão e o caso foi para o Superior Tribunal de Justiça (STJ). Lá, a subprocuradora Delza Curvello entendeu ter havido o delito de “falsa identidade”, sujeito à pena máxima de um ano e a prescrição em quatro anos, e não o de “falsidade ideológica”. Aparentemente, o subprocurador falsificou a assinatura do advogado para acelerar a tramitação da denúncia.

A suposta falsificação ocorreu em 17.09.90. O PGR Geraldo Brindeiro insistiu na manutenção do inquérito administrativo.

No dia 25.11.1997, o Ministro Waldemar Zveiter acolheu a tese da prescrição.

Caso subprocurador

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A morte do grande violonista Darcy Villa Lerde

14 comentários

    • Adorei o novo codinome do Bozzo: “Bolsococô”!!! E esse tal Waldemar Zveiter, mencionado na Certidão, faz parte da família Zveiter que domina o judiciário no RJ? Meu Deus, esse judiciário brasileiro está cheio de pilantras mesmo!

      14
  1. PQP…
    que coisa nojenta

    impressionante como se deixam levar ou atrair por tudo que não presta

    e pensar que os impostos de meu pai bancaram esta podridão, os meus bancam e os dos meus descendentes bancarão

    realmente uma doença incurável

  2. Para Geraldo Brindeiro ter insistido em NÃO engavetar a “manutenção do inquérito” contra Antonio Carlos Simões Martins Soares, só duas possibilidades: ou o velhaco FHC, para se blindar melhor no seu banditismo lesa-pátria, ameaçou nomear Martins no lugar de Brindeiro, ou – pelo amor de Deus, né! – até para o Engavetador Geral da República havia limites. Que estão agora sendo superados, com a nomeação de um Miliciano Geral da República? A ver.

  3. Mas a patota do MPF não foi amplamente responsável pela ascensão da ‘coisa’? Não chocaram e alimentaram dioturnamente o monstro? Que paguem.

    Ainda assim, vai sair baratíssimo, porque só vão perder moral e algum naco de poder; de resto vão manter estabilidade, salários e benesses, whatever happens.

    Quem paga e vai continuar pagando o pato – e os salários e benesses, claro – é a sociedade, leia-se a plebe rude.

  4. Tou pensando em ficar milionário com este governo…
    bolar um site para emissão imediata de atestado de bons antecedentes só para autoridades seletas

    preencha o formulário com o que quiser, clique solicitar e logo em seguida imprimir

    firma reconhecida? dirija-se ao posto miliciano mais próximo

  5. Anos atrás o jornalista Enock Cavalcanti abre seu programa de debates com um desembargador, um promotor e um professor jurista da UFMT com a seguinte pergunta: desembargador, o senhor é conta ou a favor do nepotismo? Muitos sabiam que o tal desembargador tinha colocado sua mulher para trabalhar com ele. Nenhuma resposta e o advogado fala alguma coisa e assim que se cala, Enock se vollta para o desembargador e refaz a pergunta. O Desembargador boa pinta se sai com “ser a favor, não sou. Mas é bom trabalhar com gente de confiança”. No país da piada pronta.
    Esse é um dos porta-retratos do Judiciário e do Ministério Público brasileiro. Será que o STF se reergue?

  6. Só falsificação de assinatura ?

    O bolsococô vai desistir da indicação, o procurador criminoso tem poucos crimes, não está a altura dos demais integrantes da quadrilha governamental

    4
    1
    • É verdade. Esse sujeito não está a altura do resto da quadrilha.
      Só passa quem tiver capivara de uns 2 metros. No mínimo.

  7. Tem problema com a justiça? Super-enriquecimento, bateu na cara do pai? Está processando o pai por bens de herança? Adotou ilegalmente alguma criança indígena?, etc., etc., Então está qualificado para o atual desgoverno!

  8. Ô ficha difícil de cair, essa dos militares…
    Não cai nunca…
    Basta ele falar em acabar com comunistas!
    Todo mundo esquece…
    Já no judiciário isso é comum…
    A ficha demora mesmo para cair…

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome