Defensor geral desafia punitivista a apontar corruptos beneficiados pelo indulto presidencial

Uma das maiores crueldades cometidas pela Procuradoria Geral da República e por Ministros do Supremo Tribunal Federal – especialmente Carmen Lúcia, Luis Roberto Barroso, Luiz Fux e Edson Fachin – foi o bloqueio do indulto de Natal de 2017.

Alegaram que beneficiaria condenados da Lava Jato.

O representante da Defensoria no STF, Gustavo de Almeida Ribeiro, desafiou os punitivistas a apontarem cinco criminosos de alto coturno supostamente beneficiados pelo indulto.

Leia: Barroso, Fux e Raquel: os deuses são cruéis – 2

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome