Negativas de vistos para os EUA aumentam 45% em um ano. Adeus, Disney!

O número de brasileiros detidos pela imigração americana também cresceu absurdamente, chegando a 17,9 mil pessoas presas em centros de detenção do departamento de imigração.

Jornal GGN – Nem só o dólar alto contribui para a distância entre brasileiros e seus heróis da Disney. Segundo informações da Reuters, os Estados Unidos negaram 45% mais vistos aos brasileiros em um ano. O percentual de negativas chegou a 18,5%, segundo dados do Departamento de Estado dos EUA.

No período compreendido entre outubro de 2018 e setembro de 2019, o número de vistos de turismo negados pelos EUA para brasileiros aumentou significativamente, o maior índice dos últimos 14 anos. O aumento foi de mais de 45%, comparado a igual período anterior.

Além disso, neste período, o número de brasileiros detidos pela imigração americana também cresceu absurdamente, chegando a 17,9 mil pessoas presas em centros de detenção do departamento de imigração. Os dois índices acabam por se correlacionar, uma forma do governo dos EUA coibirem a imigração de brasileiros.

De 2006 a 2014, a taxa de vistos negados foi caindo paulatinamente, de 14% para 3,2%. Em 2015 começou a subir, alcançando 5,4%. O salto, no entanto, aconteceu em 2016, quando chegou a 16,7%, com a eleição de Donald Trump.

O Itamaraty estima algo em torno de 1,7 milhão de brasileiros vivendo nos Estados Unidos hoje, entre regularizados e ilegais.

No ano passado, o governo brasileiro voltou a aceitar a deportação em massa. A autorização para os voos com deportados é dada pelo Brasil que, desde 2006, não aceitava mais este tipo de política.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome