Bispos alteram texto do papa que pedia aceitação a gays

Jornal GGN – A mensagem do papa Francisco que sinalizava maior aceitação da igreja católica para as pessoas da comunidade gay foi alterada pela ala conservadora do Vaticano. Os bispos se reuniram em assembléia e o papa não conseguiu reunir a maioria necessária de dois terços de votos para manter o texto original.

Enviado por Miriam L.

Em derrota para papa Francisco, bispos apagam de texto final mensagem de abertura a gays

Do Opera Mundi

Em versão inicial, católicos reunidos no sínodo haviam mencionado “talentos e qualidades” de homossexuais; ala conservadora reagiu e barrou trecho

No que pode ser interpretado como uma derrota para o papa Francisco frente ao conservadorismo do Vaticano, os bispos da Igreja Católica removeram neste sábado (18/10) do documento final a mensagem que sinalizava maior aceitação de pessoas gays na comunidade católica.

Reunidos há duas semanas na assembleia de bispos convocada para debater assuntos relacionados à família, os membros da Igreja haviam mencionado, em versão inicial do documento, que homossexuais têm “talentos e qualidades a oferecer à comunidade cristã”, chamando a Santa Sé a “receber essas pessoas”. No rascunho do texto, receptividade semelhante também foi dada aos cristãos divorciados e casados novamente.

Tida como controversa, a abertura provocou imediatas reações dos setores mais conservadores da Igreja Católica. O relator-geral do Sínodo Extraordinário sobre a Família, Péter Erdo, afirmou que o texto passaria por “modificações”. E foi o que aconteceu. Evidenciando um racha nas posições doutrinárias da Santa Sé, a corrente liderada pelo papa Francisco não conseguiu obter a maioria necessária de dois terços entre os bispos presentes na assembleia. Assim, os parágrafos que não puderam ser aprovados foram removidos do documento final — todas as outras partes do texto inicial foram mantidas.

Leia também:  A Caboclo Pedra Preta, uma história que não se apaga, por Fernando Sousa, Julio José Araujo Junior e Tata Luazemi

Em vez de mencionar os “talentos e qualidades” de gays, a Igreja Católica optou por manter sua posição em relação ao tema como um problema que as famílias católicas têm de confrontar.

Também foram retirados do documento final os trechos que tratavam de outro tema sensível à comunidade católica: se pessoas divorciadas e com novo matrimônio civil consumado podem ou não receber comunhão.

Derrota para Francisco

Após a derrota no sínodo, o papa Francisco insistiu que a íntegra do teor do documento discutido fosse disponibilizada à opinião pública. Segundo ele, prezando pela transparência, o texto logo será publicado e discriminará especificamente quantos e quais votos cada parágrafo removido recebeu.

Francisco disse também que nos debates no sínodo foi possível observar “tensões e tentações”, entre as quais mencionou a tentação da “rigidez hostil”, que resumiu como a atitude “querer se fechar no que está escrito e não se deixar surpreender por Deus, pelo Deus das surpresas”.

O papa alertou para a “tentação” imposta pelos que classificou como “tradicionalistas” ou “medrosos” e por aqueles que definiu como “denominados progressistas e liberais”.

* Com informações da Agência Efe

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

7 comentários

  1. Nem o Papa escapa à tirania dessa onda conservadora

    Nem o Papa escapa à tirania dessa onda conservadora. O mundo está mais para o Malafaia do que para Madre Tereza de Calcutá, o ódio está no ar, nem o Papa escapa dessa onda reacionária que  tende se aprofundar ainda mais caso Aécio Neves e sua turma que dispensa apresentações, assuma o poder.  

  2. É impressionante como o

    É impressionante como o conservador não admite nada que não seja espelho. E tem gente que TEM NEUROSE CONTRA A “DITADURA” CUBANA!!!!!!!!!!!c É ou não é de pasmar?. Nada me assusta mais do que os conservadores. Eles são capazes de matar, esfolar, destruir famílias e, invadir, destruir países, roubar suas riquezas, esmagar o povo e, pior, acabam culpando as vítimas  pela barbárie. Lendo a história do anticomunismo instalado no mundo, vejo acontecendo hoje tudo isso, como se nada tivesse mudado. Os conservadores são incapazes de crescer como seres humanos. Não a toa temos essa geração de filhos de consevadores, estremamente preconceituosos, que aprenderam apenas a consumir, nem que seja o outro ser humano. A geração da futilidade e da burrice. Duvidam? A faculdade me mostra isso todo santo dia. Eles nao sabem nada que não está na mídia. Bata um papo sobre outro assunto que não esteja na mídia porca, não sabem do que se trata. Sinto muito dizer isso, mas essa geração é totalmente imbecilizada e que se acha atacando pessoas “diferentes” do seu espelho.  Amar é vergonha para eles, odiar é o barato. Tá ligado? Esse papa não vai durar muito, porque está defendo coisas que as igrejas sempre foram contra para manter seus rebalhos eternos.

  3. Cruz Credo!
    Pelo rumo das

    Cruz Credo!

    Pelo rumo das coisas no mundo, se Jesus Cristo retornasse seria novamente enxotado. Por católicos e evangélicos. Se desse uma passadinha por aqui, seria acusado de comunista bolivariano e despachado para Cuba.

     

  4. Eu achei q a palavra do papa

    Eu achei q a palavra do papa fosse definitiva. Tem democracia no Vaticano?

     

    Mas nao deixa de ser muito sábio o papa publicar também o texto original, e citar quais foram os trechos omitidos.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome