Mais de 30 mil muçulmanos se reúnem na Inglaterra e fazem apelo à paz

Grupo liderado por Hazrat Ahmad promove a religião Islã lutando contra toda forma de terrorismo 
 
Líder internacional da Comunidade Ahmadi, Hazrat Mirza Masroor Ahmad
 
Jornal GGN – Muçulmanos se reuniram neste final de semana em Hampshire, Inglaterra, em uma convenção com o propósito de promover a religião Islã, fazendo um apelo à paz e condenando toda e qualquer forma de terrorismo.O encontro chamado Jalsa Salana começou na sexta-feira (28) e termina no domingo (30). Neste sábado o evento será dedicado às mulheres muçulmanas.
 
Segundo informações da Agência EFE, cerca de 30 mil religiosos de 100 países se reuniram na cidade que fica no Sudeste da Inglaterra desde sexta-feira (28) para as atividades do Jalsa Salana. O evento, considerada a maior convenção islâmica feita no Reino Unido, é organizado pelo líder internacional da Comunidade Ahmadi, Hazrat Mirza Masroor Ahmad.
 
“Recentemente, organizações terroristas começaram a cometer as atrocidades mais bárbaras em países ocidentais, sugando a vida de inocentes”, indicou Ahmad antes do início do encontro.
 
“Os terroristas não têm conhecimento do Islã pois, caso contrário, se dariam conta de que o profeta proíbe o assassinato de inocentes sob quaisquer circunstâncias, inclusive durante um estado de guerra,” completou.
 
Os muçulmanos ahmadis formam um movimento de reforma dentro do Islã, e propõe uma separação clara dos grupos militantes e fundamentalistas, com ênfase nos elementos pacíficos e de tolerância da crença muçulmana.
 
*Com informações da Agência EFE e Agência Brasil
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

3 comentários

  1. ????
    O que tem a ver a manchete com o texto e o subtítulo?

    No texto se diz que o velhinho da foto combate toda forma de terrorismo.

    No subtítulo se diz que ele promove toda forma de terrorismo.

    Alguma coisa ta fora da ordem…

  2.  Sendo o Koran escrito em

     Sendo o Koran escrito em árabe elevado, fica fácil mistificar os iletrados em árabe. Na realidade, em vez de julgar pelas belas palavras dos pregadores da única  religião verdadeira e  de seu único profeta em prol da paz, seia mais profício ouvir as palavras dos não crentes que vivem em países dominados por mulçumanos para ouvirmos o outro lado dessa pregação pela paz.

  3. Falso Islã

    Falsa paz, falso Islã, falsa religião.O que os terroristas pregam e praticam é o verdadeiro Islã, o Islã ortodoxo, segundo o que reza o Corão. Não existe “Islã bonzinho”, especialmente para com aqueles que não professam tal fé em Alá.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome