Nova Zelândia restabelece as restrições ao coronavírus após o primeiro caso transmitido localmente em 102 dias

As novas restrições em Auckland e na Nova Zelândia acontecerão a partir do meio-dia de quarta-feira e durarão pelo menos três dias até meia-noite de sexta-feira.

WELLINGTON, NEW ZEALAND - MAY 26: Prime Minister of New Zealand Jacinda Ardern speaks during a New Zealand COVID-19 update at Parliament on May 26, 2020 in Wellington, New Zealand. COVID-19 Alert Level 2 restrictions will ease slightly from noon on Friday 29 May, with the size limit on all gatherings increasing from 10 to 100 people as New Zealand continues to record low new case numbers. Cabinet will consider Level 2 settings again on June 8 and will make a decision on whether to move New Zealand to to COVID-19 Alert Level 1 no later than June 22. (Photo by Dom Thomas - Pool/Getty Images)

da CNN

Nova Zelândia restabelece as restrições ao coronavírus após o primeiro caso transmitido localmente em 102 dias

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, confirmou quatro novos casos de coronavírus transmitidos localmente na noite de terça-feira e anunciou que a cidade mais populosa da Nova Zelândia, Auckland, terá temporariamente restrições de nível três introduzidas por três dias a partir do meio-dia de quarta-feira.

Todos os quatro casos foram encontrados dentro de uma casa em South Auckland, de acordo com o Diretor Geral de Saúde da Nova Zelândia, Dr. Ashley Bloomfield. Ele acrescentou que nenhum dos novos casos viajou recentemente para fora da Nova Zelândia.

“Estamos nos preparando para essa época, e essa hora é agora”, disse o Dr. Bloomfield, acrescentando que “o sistema de saúde está bem preparado”.

“Em linha com a nossa abordagem de precaução, pediremos aos Aucklanders que tomem medidas rápidas conosco, a partir do meio-dia de amanhã, quarta-feira, 12 de agosto, moveremos Auckland para as restrições de nível 3”, disse Ardern.

As novas restrições significam que negócios, incluindo restaurantes, bares e lojas não essenciais, terão de fechar. Agora, as pessoas também só poderão sair de casa para realizar atividades essenciais, como pegar suprimentos em supermercados. Reuniões com mais de 10 pessoas também serão restritas em Auckland.

As escolas em Auckland também ficarão fechadas por três dias.

Fora de Auckland, o resto da Nova Zelândia entrará em restrições de nível dois. Sob as restrições, grupos de no máximo 100 pessoas podem se reunir em um só lugar. O distanciamento social também deve ser praticado em empresas de hospitalidade, enquanto locais públicos como museus, bibliotecas e piscinas podem abrir se cumprirem as medidas de saúde pública e garantirem um metro de distância física e manutenção de registros.

Leia também:  Deutsche Bank prevê chegada de 'desordem' global por "guerra fria" entre EUA e China

As novas restrições em Auckland e na Nova Zelândia acontecerão a partir do meio-dia de quarta-feira e durarão pelo menos três dias até meia-noite de sexta-feira.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. Enquanto isto: “o louco final de semana de Anitta em Ibiza”. “Luna a Piovani fazendo turismo pela Italia”. “Adriane Galisteu viajando por Portugal”. Praias lotadas pela Bélgica. A Imprensa Tupiniquim que não conseguiu se vender ao Presidente, se vendeu para Prefeitos e Governadores. Em especial Dória. O Terrorismo Midiático é escrachado e vergonhoso. Mas como Fracassados fracassaram uma Nação? 40 anos de NecroPolítica replicando 90 anos de Estado Ditatorial Caudilhista Absolutista Assassino Esquerdopata Fascista. Sabemos. AntiCapitalistas.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome