Governo federal decide por intervenção no Rio

Foto Nexo Jornal
 
Jornal GGN – O Governo de Michel Temer decidiu por decretar intervenção militar na segurança pública do Rio de Janeiro. Desta forma, o Exército assume a segurança pública do Estado, com comando sobre as polícias, bombeiros e área de inteligência, inclusive com poder de prisão de seus membros. O general Walter Braga Neto é o interventor e substitui o governador do Rio na área de segurança pública. As informações estão na Coluna do Estadão.
 
De acordo com a Constituição, o presidente do Congresso Eunício Oliveira (MDB-CE) deverá convocar sessão para que as duas Casas aprovem ou não a intervenção. O prazo é de dez dias. O decreto tem validade imediata.

 
No período em que vigora a intervenção, não pode haver alteração na Constituição. Com isso, nenhuma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) pode ser aprovada, e aí a reforma da Previdência fica pendurada. A reforma começaria a ser discutida na próxima segunda-feira, pela Câmara.
 
Segundo a Coluna, uma ideia é decretar a intervenção e suspender seus efeitos apenas por um dia para a votação das mudanças nas regras da aposentadoria.
 
Ainda de acordo com a Coluna, a decisão veio depois de uma reunião tensa entre Temer, ministros e representantes do Congresso, no Alvorada. Neste encontro, Temer se decidiu pelo Ministério da Segurança Pública, que não é ideia nova, mas sim uma que foi desengavetada buscando uma agenda popular para os meses que antecedem as eleições.
 
Segundo pesquisas encomendadas pelo Planalto, segurança é uma das principais preocupações da população, assim como saúde. Assessores de Temer entendem que decretar intervenção na segurança pública do Rio e criar um ministério na área passa uma imagem de governo atuante, embora atravesse a competência dos Estados, que são responsáveis por este setor.
 
Rodrigo Maia (DEM-RJ) não estava certo da decisão, apurou a Coluna, e teria se queixado que não participou das discussões desde o início. Contra a intervenção no seu Estado, o deputado teria sido avisado de que seria responsabilizado pela crise caso não aceitasse a ação. 
 
Intervenção está prevista no artigo 34 da Constituição, que permite a ação da União somente em caso necessário para manter a integridade nacional. O artigo 60 é o que diz que a Constituição não poderá ser emendada neste período.
 
Com informações do Estadão.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  MP estuda novas regras para fiscalizar e ter o controle externo de polícias

32 comentários

  1. governo…..

     Crime, a violência, o tráfico de drogas é atividade exercida e comadada por 2 ou 3 Parlamentares juntamente com o Governador do Estado (Torquato Jardim / Ministro da Justiça). Os Politicos Cariocas, os mesmos citados, ficam com o Orçamento Público, enquanto as Forças Armadas ficarão com a Responsabilidade? Que intervenção é esta? Onde estão as promessas redemocrantes da Anistia de 79? Continuar dando tiro nas casas das pessoas, no meio de crianças, enquanto o Tráfico é comandado e produzido por Helicópteros Senadores em Escritórios Ministros? Pobre país limitado. Que farsa !!! 

  2. Começou?

    Teria sido a segurança pública o mote pra intervenção, ou foram as manifestações anti-Temer durante o carnaval?

    O fato é que o caldo do golpe desandou nos três dias de festa. A vingança será maligna!!! O Vampiro não vai deixar barato.

    Vamos ver o andamento nos outros Estados. Estados do Nordeste, preparem-se. São Paulo virá por último, com certeza numa entrada triunfal. Os ratos daqui estão sentindo o perigo. Já detectaram o vazamento no casco do navio. Aqui em Itaquera, de forma surreal, foi uma paz este carnaval. Bares que normalmente fecham depois das 23 horas (aqueles bares que botam terror e são alvo de chacina), fechavam às 20 horas. Estão com medo. Ou, o aviso deve ser o de manterem-se na surdina durante o tempo que se inicia. Não sei direito, não sou do esquema. Mas, o PCC ficou quieto demais. Não ficariam sem um propósito, sem conhecimento de algo. O centro do vespeiro (São Paulo) parece querer ser poupado. Uma coisa é certa: o crime organizado e a violência seriam o mote pra entrada dos militares na jogada. O alvo, claro não é o braço ilegal das elites. São os que reclamam que deverão ficar em casa. Vem uma greve por aí. É preciso combater “o crime”.

  3. poderes amplos é mais perigoso do que a criminalidade…

    geralmente acarretam a suspensão ilimitada das garantias constitucionais………………………..

    nenhuma novidade; seguem o exemplo do judiciário

  4. Resultados

    Depois da intervenção federal para segurar as finanças do estado, temos uma intervenção para tentar segurar a violência, consequência da primeira, virão outras. Quando o estado é mínimo da nisso mesmo, deixa de funcionar, fica irrelevante.

    • Exatamente. Segurança pública

      Exatamente. Segurança pública uma ova, é 1968 na veia!

      Nada piorou de bandidagem nas últimas semanas, mas duas manifestações populares e pacíficas (a faixa e o desfile no aeroporto) avisaram que O POVO TÁ DE SACO CHEIO COM O GOLPE!!!

  5. Reflexo da Tuiuti. Há grande risco!

    O que você tem que é visível a olho nú:

    1 – Você vê uma justiça com dois pesos e duas medidas de forma gritante, pessoas que roubam milhões são chamadas de vossa excelência diariamente e protegidas pela policia e judiciário.

    2 – Você entende e presencia mentiras da mídia dentro de sua casa 24 horas por dia.

    3 – Um golpe de estado onde riquezas do brasil estão virando negociatas e você conversa diariamente com pessoas que antes trabalhavam e seus empregos viraram pó graças a um discurso demagógico entre a grande mídia e judiciário.

    Não tem mais como tampar o sol com a peneira…

    Há uma possibilidade imensa de que se isso for mau conduzido inciar um processo de guerra civil!

    A violência é decorrente de mazelas do judiciário principalmente!

    Se os juízes do Rio penalizassem os maus administradores públicos nas cidades não haveriam nem as favelas!

    Se o judiciário não cumpriu sua tarefa durante décadas e agora querem resolver pela força, na bala?

    Teve um golpista midiático que estranhou a falta de caricaturas do LULA durante o carnaval, nem assim ele se tocou.

    O que a mídia fala, não é mais o que o povo vê!

    Só engana trouxas…

    Entenderam a mudança do lugar do golpe dentro do discurso!

  6. Previsão parcialmente concretizada .

    Alguns dias antes do carnaval comentei aqui no blog que o aparato repressor do exército (agentes da inteligência em Brasilia) estava “visitando” o Rio de Janeiro para monitorar agentes sociais e políticos que provavelmente reagirão contra a prisão de Lula . 

    GOLPISTAS APERTAM O CERCO  !!

  7. Há muito que aqui surpassou o

    Há muito que aqui surpassou o estado de(a?) anomia.

    Aguardemos o borralho que, se, sobrará. Abutres de plantão. 

     

     

  8. O certo é que a integridade
    O certo é que a integridade nacional não está ameaçada, pelo menos não pelos problemas do Rio. A ameaça a integridade nacional está centrada em Brasília, na Praça dos três poderes para ser mais exato.

  9. não deixem de acompanhar…

    discursos recentes de agentes americanos sobre a necessidade urgente, segundo eles, de mais rigor contra os que tentam se livrar, e até mesmo criticar, os novos governantes da região

    e novamente está sendo dito que é por causa dos, pasmem, comunistas

    • ceteris paribus

      A estratégia deles é uma fábrica de paramilitarização utilitária. Muito armamento terá passado. E o campo progressista comprou… a faixa. A inexperiência da população brasileira para lidar com o quadro de guerra, sua comovente inocência, isso infelizmente tem preço. As estimativas de baixa tendem a supreender pessoas pessimistas.

      • real e constantemente…

        mesmo quando declaram abertamente que é para garantir a segurança dos estados unidos,

        muitos por aqui ainda acreditam que é para garantir também a nossa………………………………………

        mas a luta, se houver, será cirúrgica…………………….

        quanto a estimativa de baixa, no tempo e na história das guerras, lembro que o maior erro foi não terem permitido que alguém explodisse a cabeça de Hitler logo de início

        hoje, pelo alcance que temos, nem dá tempo de alguém pensar em impedir

  10. Caro Nassif
    Calma tchurma.
    É

    Caro Nassif

    Calma tchurma.

    É que com, as novas propostas do temer, tem tantas novas casas, novas escolas, novos postos de saúde, novos empregos, mais comidas, que para acalmar o povo, ele chamou o exército, para não criar confusão nas horas do atendimento.

    Saudações

     

  11. Algo me diz que 16 de

    Algo me diz que 16 de fevereiro de 2018 fará parte daquelas datas macabras na história do país, como o 1 de abril de 64 e o 13 de dezembro de 68 e o 17 de abril de 2016.

     

     

  12. me pergunto…..

    Se a razão da tal “intervenção militar na segurança pública do Rio de Janeiro” não seria simplemente uma resposta da facistada do planalto a um certo desfile de uma certa escola de samba…..simples assim………o resto é conversa pra boi dormir……A ditadura mostrando a cara, sem medo de ser feliz……e nos aqui sonhando com eleições…

  13. Achei que
    Achei que este site sairia da cortina de fumaça do RJ e focaria no Ministério da Segurança e a PF a ele subordinado.
    Vocês cairam na cilada Bino …

  14. Bem que cabia um post da

    Bem que cabia um post da série Xadrez para analisar esta pseudo-intervenção federal no RJ. Digo pseudo-intervenção porque o governador do RJ continua governando, tendo apenas aberto a mão do controle de suas polícias e corpo de bombeiros.

  15. Pergunta retórica, mas

    Pergunta retórica, mas preciso fazer.

    Quem “faliu” o Rio de Janeiro mesmo?

    Espera aí, que vou pegar uma poltrona, pois a história é longa. 

  16. mi$$hel manifestoche
    Puxaram as cordinhas:
    ‘Tropas nas ruas já, seu boneco pusilânime.’
    O vampirão tomou um sacode.
    Podem voar tranquilos bicudos e helicocas, a escolta está chegando.
    Os democratas com sangue nas veias têm que honrar a bravura Tuiuti; o desfile das campeãs é o dia e a hora.
    O Rio caiu e a tropa vai tomar e ocupar a terra arrasada, as bandeirinhas amarelas os aguardam pelas calçadas.
    64 foi um piquenique, os verdes de então tinham mais vergonha, os de agora escovam as botas do invasor.
    ps 1: O psol será o abre-alas da beija-flor.
    ps 2: A comissão de frente da Tuiuti é a profecia do apocalipse brasileiro anunciado.

  17. Só um treinamento, balão de ensaio, para eventual uso nacional

    Ou alguém vai me convencer que Temer está preocupado com o tráfico e a pobreza crescente no Rio?

    O controle do país por capatazes e corretores bandidos à serviço de interesses “superiores” está sendo assegurado por um enorme conjunto de “ferramentas” já sendo usadas ou deixadas prontas para uso.

    A lista passa por controle da mídia, redes sociais, fakenews, compra do legislativo, ditadura do judiciário, golpe para colocar quadrilhas no executivo, “aquisição” da polícia e ministério público, desconstrução e criminalização de lideranças legítimas à sociedade brasileira, presos ou não (sob avaliação de custo x benefício), falsificação da História, repressão à livre opinião … contrária …, repressão e abafamento de manifestações … contrárias, fraude eleitoral, ajuste da educação para criar mão de obra e agora este treinamento/balão de ensaio para “estados de sítio”, ou sitiamento … dos contrários…

    Tudo isso garantido por uma retaguarda de agentes de inteligência (originais e nacionais) e marines ao longe.

    Somos apenas um “mercado” de pobreza para nossa (?) própria riqueza.

  18. De quebra, essa intervenção
    De quebra, essa intervenção vai servir para coibir o atos pro Lula quando for preso.

    Primeiro ato será tirar a faixa da Rocinha com um lembrete ao STF.

    Acredito que esta intervenção não é apenas por atos violentos na cidade.

    SP sofreu ataque do PCC com vários policiais mortos e não teve intervenção.

    Nesse angu tem caroço. Li que quem solicitou a intervenção foi o governador Pezão .

    Soldados do exército são despreparados para lidar com a população. São arrogantes e prepotentes. Os jovens Tenentes que comandam ao tropas, não tem sensibilidade com a população, para eles é tudo inimigo.

    A população do RJ vai sentir saudade da PM.

  19. É um teste da capacidade das Forças Armadas …..

    É um teste da capacidade das Forças Armadas para ver se elas são capazes de tomar conta do Estado (Estado em não o estado do RIO).

    Parece simples, todo o sistema de segurança está prevendo que de um momento para outro pode ter uma explosão de tumultos, e como num treinamento o mais importante é o TESTE DA CAPACIDADE OPERACIONAL das Forças Armadas de conter coisas mais sérias do que arrastões e gangues de traficantes.

    Agora seria interessante em observar se REALMENTE as Forças Armadas tem efetivo e comando para tal.

    Gostaria de saber o que as Forças Armadas farão quando houver tumultos a frente de Hospitais quando estes não tiverem leitos para as pessoas que os procuram.

    – Será que vão solucionar o problema fuzilando os doentes e familiares?

    A pergunta parece um deboche, mas não o é, as Forças Armadas não são terinadas e armadas para estes tipos de conflitos, são treinadas e armadas para atirar em conflitos tipo de guerra.

    Veremos em breve qual o desdobramento de tudo isto.

  20. “A violência como fruto exclusivamente do Vandalismo.

    Nassif. Até as pedras sabem que a violência generalizada que está ocorrendo em todo o nosso País é absolutamente provocada por uma política social doentia adotada e cultiva há décadas, cujos frutos venenosos estamos todos colhendo. O verdadeiro nome desta brutal colheta chama-se “VANDALISMOS”. Este fenômeno social é sempre caótico porque não obedece a nenhuma organização tradicionalmente conhecida. É totalmente desorganizado e imediatista. O nosso Frei Caneca, em Pernambuco,  sempre viveu este terrível fenômeno social imposto por uma estrutura econômica e social carcomida e perversa que sempre tem o objetivo ddegradante da expoliação generalizada dos menos favorecidos econômicamente, priincipalmente o gênero Mulher e as Crianças. Ele com coragem e destemor afirmava: “….povo que está a morrer,não tem medo da morte…”. O  “óbvio ululante” é ocultado por uma perversa Mídias oligopolizadas (escritas,faladas e televisadas)  quefuncionam diuturnamente como Meios de Engnação de Massa e se aproveitam da tecnologia da comunicação e informação jamais pensada e imaginada para desvirtuar o consciente coletivo do nosso povo, introjetando nele instintos que vão contra a sua própria natureza humana. Estas mesmas Mídias são sabedores que a violência descontrolada no nosso país não é problema “policial”, mas sim “social”. É muitíssimo mais abrangente, porque eles só podem ser enfrentados pelas Instituições Republicanas que no nosso país fingem que são Republicanas, principalmente o Poder Judiciário e o Ministréio Público, duas instituições praticamente inúteis no nosso cotidiano brasileiro. As outras Instituições: Educação, Saúde, Moradia,Rede Sanitária, Locomoção etc são as verdadeiros ferramentas e insubstituíveis para a felicidade de quelquer Povo. Nassif. A única Instituição verdadeiramente Republicana edemcrática no nosso País chama-se Polícia-Militar, que além de estar presente ostensivmente ptrulhando 24 horas ininterrupta atende integralmente todas as solicitações e necessidade que toda comunide carece: Uma colisão de automóveis na estrada deserta com feridos ou não e não importndo o horário, intempérie e local, , o primeiro a atender é sempre a Rádio-Patrulha com dois servidores públicos fardados e armados prontos para solicitar com presteja as providências, bastando telefonar para o número 190. E se for nas áreas urbanas para atender qualquer cidadão esteja tendo um AVC ou uma Mulher em trabalho de parto, b asta um aceno para que a R.P. fique encarregada da ocorrência. Poícia é pra tratar de “problema” policial. Se empregada para tentar resolver problemas sociais em qualquer comunidade, os resultados serão sempre catastróficos como estamos vivendo hordienamente no nosso País. E cujos resultados são “imprevisíveis” tanto para os policiais como para os cidadãos de um modo geral. Simples assim, mas o sistem repressor é insensível e inconsequente: só visam o lucro financeiro a qualquer custo É só!!…

  21. Suportaremos tudo de novo outra vez ?

    Quantas “Casas do Terror e Morte” serão reativadas pela rapaziada do Chechegóvein para “amaciar” potenciais delatores (lideranças sindicais, sociais e petistas) ?

    Nos anos 70 um outro Chechegovein coordenava uma destas “Casas” em Petrópolis .

    Tudo Outra Vez – Belchior

    [video:https://youtu.be/uUiycm1Mi-I%5D

  22. O que dizer? Ainda assim,

    O que dizer? Ainda assim, depois de tudo, há os idiotas que agradecem essa intervenção, porque “no tempo dos militares não tinha criminalidade”. Não adianta discutir com esses loucos. Se tem alguma coisa que o povo, a classe média e a elite brasileira tem em igual medida é a ignorância.

    Lula será preso e esquecido. O Brasil será a neo-colônia favorita dos ianques pelos próximos 50 anos (ou mais). E esse país vai virar um Haiti de proporções continentais (já estamos quase lá). É isso.

  23. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome