Homem esbarra em policial em dia de folga e é preso por não pedir desculpas

https://www.youtube.com/watch?v=z0XRqJHopG4

Do Justificando

Uma confusão ocorreu na tarde na terça (10) em uma esquina próxima a estação Siqueira Campos, em Copacabana. Um homem branco, que é da Polícia Federal, mobilizou no chão um homem negro e, aos gritos, ordenava para que ele lhe mostrasse seus documentos.

Em um certo momento ele tirou sua pistola e apontou para o homem que tentava fugir de sua imobilização gritando que era um trabalhador e que queria ser solto. O policial estava em dia de folgsa, por isso não estava fardado.

No final do vídeo que circula pela internet, o policial explica que o motivo para ele ter realizado aquela operação foi que o homem esbarrou nele e não pediu desculpas. As pessoas que acompanhavam toda a confusão começaram a debochar do policial: “Tá de brincadeira, né…”, gritou uma pessoa em voz alta.

A Polícia Militar chegou e levou os dois para a 12ª DP (Copacabana). Lá, o homem que fora jogado no chão, acabou autuado por porte de droga para uso próprio e resistência.

Os dois prestaram depoimento, e o caso será encaminhado ao Juizado Especial Criminal (JECRIM).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  MP estuda novas regras para fiscalizar e ter o controle externo de polícias

38 comentários

  1. A PF está sem controle.HOJE
    A PF está sem controle.

    HOJE torturam a torto e direito. Sabe o saco da tropa de elite?
    Fez sucesso!

    Sem chefe, sem punição e sem demissão, vc não administra nem um botequim.

    • Verdade Athos, esse governo

      Verdade Athos, esse governo deu poderes faraônicas a categorias de policiais e o resultado foi pau no governo 24 horas por dia.  Nesse caso, merecem…

      Policia é uma categoria que não pode ter poderes excessivos, senão eles usam e abusam…isso é fato.

  2. Com esses celerados da

    Com esses celerados da Polícia Federal sem comando. Nos encontramos de fato, a mercê de um Estado Policialesco.

    Orlando

  3. E ainda há pessos que

    E ainda há pessos que defendem o Ministro da Justiça e se negam a ver que a PF não tem qualquer comando. Essa de que o homem negro portava drogas não me convence; pode ter sido uma plantação feita pelos PMs, para que o PF não saísse ‘mal na fita’, coisa de corporações afins, contaminadas pelo corporativismo e pela corrupção. Alguém duvida disso?

  4. Vi isso ontem no face. Não

    Vi isso ontem no face. Não compartilhei porque não acreditei da veracidade do fato. “É fake”, pensei.

    Que coisa absurda!

    É difícil crê, inclusive, que o mesmo foi autuado por resistencia. Que é mais imbecil, o policial ou o delegado?

    O que este esperava que o tranalhador fizesse? 

  5. Quem policia as polícias?

    As polícias militar, civil, guardas municipais e federal ainda não saíram da ditadura militar.

    Valorizam o uso do preconceito, da raiva, do ódio e da violência. Acham que são valores que os colocam no poder.

    Jogam no lixo a civilização, com o aval dos governos a que estão subordinados. 

  6. Putz!

    Putz! 

    Que policial federal “corajoso”, “defensor dos fracos e oprimidos”

    Que exemplo!

    Deve ser imediatamente promovido pelo sr. José Eduardo Cardoso! 

    Afinal, um PRETO esbarou nesse grande brasileiro, e com essa prova irrefutável de CRIME, o policial FEDERAL (acreditem federal) agrediu o rapaz. (Preto é claro)

    O mais incrível!

    E para livrar o RABO SUJO desse safado travestido de policial Federal, a “grande e honesta” polícia do Rio, autuou o “criminoso esbarrador” por porte de droga para uso próprio e resistência. (resistência seria enfiar a mão na cara desse cretino da PF)

    Todo esse absurdo já é previsível há tempos!

    Com um INCOMPETENTE como “ministro da justiça”, criminosos agora pode se achar Deus e inimputável.

  7. Concordo


    que foi um grande abuso. Mas, somente para contribuição, o efetivo do DPF não usa farda (não são militares), sendo o uso de uniforme somente exigido em operações, e se necessário for. Portanto, não usar “uniforme” não foi transgressão. Mas que foi um tremendo abuso, isso foi!

  8. Cadê o MPF para abrir

    Cadê o MPF para abrir inquérito contra este fascista e fazer com que a PF transfira (provisoriamente, até concluir o processo de expulsão)  esta “autoridade” para o interior de Manaus, mas especificamente, para um posto da PF na fronteira Brasil/Colômbia 

      • É que lá em Tabatinga (11000

        É que lá em Tabatinga (11000 de distancia da cidade de Manaus) há uma grande necessidade de reforço do contigente policial para controlar a passagem de delinquentes brasileiros e colombianos . 

        Seria ótimo que o MPF/PF ajudássemos a dar um banho de brasilidade neste fascista :

        Cidade de Tabatinga :

        Tabatinga está localizada no meio da selva amazônica, à margem esquerda do Rio Solimões, faz fronteira com a Colômbia e o Peru, sua temperatura oscila entre 25° e 32° C. Possui uma área de 3.239,3 km2. Segundo o IBGE, , a população soma 37.700 habitantes, sendo 73,43% na área urbana e 26,57% na área rural, com densidade de 9,88 hab/km2.

        Toda a região está coberta por florestas (altas, baixas e pouco densas) e, hidrograficamente, pertence à bacia do rio Amazonas, sendo banhada pelos rios Solimões, Içá, Japurá e vários de seus afluentes, tais como: Hapapóris, Traíra, Puretê, Puruê e Cunha.

        Distância da sede Municipal para Manaus
        Distância em linha reta: 1.105 km.
        Distância em via fluvial: 1.607 km

         

        • Ah, detalhe importante :Se

          Ah, detalhe importante :

          Se ele faz este estardalhaço absurdo para autuar um trabalhador acusando-o de posse de uma pequena quantidade de drogas, o que ele faria na fronteira Brasil/Colômbia, onde desconfia-se que mega-traficantes passam dezenas (ou centenas) de quilos de cocaína ?

          Que o MPF e a Corregedoria da PF ajude-nos a dar um banho de brasilidade neste celerado .

  9. Está certo o policial.

    Na verdade o cidadão em questão era um marginal pronto para assaltar o policial. Tanto é que a autoridade afirma que o “trabalhador” esbarrara e não se desculpara, o que configura flagrante tentativa de assalto. Quem é que não sabe que quem esbarra em alguém num local movimentado como no centro do Rio é sinal inequívoco que vai ser vítima de roubo. Está certo o policial, que agiu em cumprimento da lei, sem cometer nenhum excesso. O resto é mimimi de “excluídos” vagabundos.

    *PS: ironia mode on, OK?

  10. Nao tem maneira de pf

    Nao tem maneira de pf brasileiro ser menos complexado e mais profissional nao?

    Tem que ser assim o tempo todo, o dia inteiro?

  11. Retrato fidedigno e

    Retrato fidedigno e deprimente da PF de hoje, polícia despreperada, arrogante e sem nenhum controle.

     

  12. Porte de droga e resistência.

    Porte de droga e resistência. A droga, com toda a certeza, foi plantada para justificar a prisão. Agora, resistência…. resistência ? É de lascar !!!!

  13. A corregedoria da PF está

    A corregedoria da PF está falhando a olhos vistos.

    Até hoje estou esperando ler a abertura de processo disciplinar contra Eduardo Boslsonaro que em audiencia pública (gravada e filmada) na Camara, quando lá estiveram Malafaia e o representante dos LGBT para discutir pauta  o Bolsonaro filho virou para o Malafaia e perguntou se ele estava sendo incomodado, tendo problemas com a PF pq.. se estivesse era só falar com ele porque ele fazia parte do quadro da PF.

     

  14. Pelo jeito não é só aqui

    Sometimes people use “respect” to mean “treating someone like a person” and sometimes they use “respect” to mean “treating someone like an authority”

    and sometimes people who are used to being treated like an authority say “if you won’t respect me I won’t respect you” and they mean “if you won’t treat me like an authority I won’t treat you like a person”

    and they think they’re being fair but they aren’t, and it’s not okay.

  15. E o Ministro..

    …achando muito Republicano assistir a isso no conforto do ar condicionado do gabinete…É o fim. Estou certo de que vai perder uma grande oportunidade de ser Ministro. Junto com o Ministério Público Federal. O delegado estadual e federal nem seria de se esperar algo mesmo….Muito triste.

  16. Carteirada: um dos males do Brasil

    Meu nome é coragem!!!!!

    Agora entendo o porquê do comportamento deplorável do Fernando Francischini, aquele amigão dos professores: tal comportamento pulula dentro da PF, só pode.

    No norte tivemos um delegado que indiciou uma faxineira da PF por causa de um bombom. Teve um pessoal com uma enorme presença de espírito que deflagrou a “Operação Sonho de Valsa”, na qual enviaram para o corajoso delegado milhares de bombons.

    Poderiam organizar uma operação semelhante para este bravo policial não? Que tal uma “Operação “você sabe com quem está falando?” ou “Operação Carteirada”??

  17. se em dia de folga faz isso…

    imagina em dia de trabalho

    iguais a este tem de montão

    pois não precisa ser efetivo, basta ter um parente que seja

    em Ramos tinha um desses, filho era administrativo, vistos, e mesmo assim o cretino achacava feirantes e logistas

    era conhecido como Boi Careca

  18. Prova concreta de

    Prova concreta de arbitrariedade e truculência, ao mesmo tempo em que se esclarece outros fatos costumeiros: que o pbre e negro é sempre vítima, bem como a desnecessidade de se prendr e levar à justiça coisas de somenos importância.

  19. Sempre foi assim, mas digo
    Sempre foi assim, mas digo mais: isso também é reflexo da atual PF “que tudo quer e tudo pode”.

    Além de questão cultural bem enraizada, tal comportamento continua recebendo incentivo nos dias atuais. Assim é a PF “republicana” – mas eu podia jurar que tal comportamento é bem colonial.

  20. helvécios

    as poícias brasileiras estão infestadas de bandidos fardados e armados.

    diante da falência das polícias no dever de segurança dos cidadãos e por representarem, de fato, o maior perigo a todos, é bom que os trabalhadores-cidadãos, para garantir seus direitos constitucionais ameaçados por esses bandidos fardados, armem-se.

    é inspirador o exemplo helvécio pois lá, entre outras coisas, nenhum governante jamais ousaria fechar uma única escola pública que fosse.

    e o motivo é um só: estão todos fortemente armados.

    delas, as armas, vieram os livros e os direitos civis e a paz. 

  21. Nassif, você não tem noção do

    Nassif, você não tem noção do mal que criou com a demonização do Zé Cardoso, mesmo em posts como esse, relacionando policial estadual com abuso de autoridade, há considerável número de comentários fazendo referências ao Zé Cardoso.

    Vc não tem noção do monstro que está criando ao canalizar sua ira sobre Zé Cardoso…

  22. Não bastasse esculachar o

    Não bastasse esculachar o transeunte pq tomou um esbarrão, ainda dá um “ai jesus” no coitado…..

     

  23. Racismo, machismo, homofobia……

    Sinceramente, não dá mais para aguentar esses atentados diários de racismo, machismo e homofobia, de violência e preconceito contra negros e negras, pardos e pardas, contra mulheres e lgbt’s, contra o direito das populações indígenas ao seu território secular, contra o direito dos pobres de terem pelo menos três refeições diárias.

    Os pobres, até o momento, estão tendo o direito de alimentar-se garantido pelo Governo Federal, mas vêem-se ameaçados por aquele relator fascista do Orçamento da União para 2016, o deputado federal Ricardo Barros, da República do Paraná.

    As populações indígenas estão mobilizadas e atuando com firmeza na luta por seus direitos, apesar dos assassinatos de lideranças indígenas, protoganizados por fazendeiros que ocupam suas terras.

    Os lgbt’s travam uma batalha parlamentar, através de seus represantes no Parlamento, para manter seus direitos contra o ataque dos fundamentalistas religiosos e dos funtamentalistas heterossexuais (a ignorância elevada a “n”, “n” tendendo ao infinito).

    As mulheres já se reunem e saem em enormes passeatas às ruas, mobilizadas pelo direito de fazer o que bem entendem com o seu próprio corpo e, pelo visto, estão dispostas a sair p’ro pau com fascistas como o Eduardo Cunha e seus asseclas.

    Os movimentos sociais como o MST e o MTST se mobilizam e lutam por terra e teto.

    Professores e estudantes se mobilizam pela educação.

    E os negros e negras, pardos e pardas ? Vão ficar assistindo passivamente os seus sendo massacrados diariamente em episódios horripilantes de puro racismo.?

    Vamos deixar claro. O apartheid racista no Brasil não deve nada ao que ocorreu por décadas na Africa do Sul

    Onde estão as lideranças negras e pardas ? Onde estão as celebridades negras e pardas como Pelé, Neymar, Joaquim Barbosa, parlamentares como Vincentinho, Paulo Paim, artistas como Lázaro Ramos, Thaís Araújo, Agnaldo Timóteo, seu Jorge, Gilberto Gil, Paulinho da Viola, juízes e desembargadores negros e pardos (eles existem) do Judiciário Brasileiro que não reagem a essa situação vexaminosa e humilhante.

    Não pensem negros e negras e pardos e pardas que os brancos e brancas progressistas e anti-racistas podem se articular e mobilizar objetivamente e com eficácia a luta contra as práticas racistas no país..

    Essa guerra é fundamentalmente de negros e negras e pardos e pardas, secundariamente apoiada por brancos e brancas anti-racistas.

    Somos 52% da população brasileira. Podemos colocar e mobilizar, facilmente, em 6 meses, 3 milhões de negros e negras e pardos e pardas nas ruas, em um único dia, ocupando, simultâneamente, a av. Paulista, a av. Atlântica, a av. Presidente Vargas, o centro de BH, o Farol da Barra, as pontes do Recife, a av. Beira-Mar e avenidas em todo o restante do país.

    Os brancos e brancas racistas vão defecar amarelo. O medo vai fazê-los pensar duas vêzes antes de agredirem de novo um negro nas ruas, antes de assassinarem milhares de jovens negros e pardos todos os anos nas periferias e favelas do país.

    O que dá empoderamento aos negros e pardos não é uma legislação que não é cumprida pelas autoridades policiais e judiciárias e sim a mobilização nas ruas.

    Isto, sim, fará com que esse policialzinho federal que mais uma vez humilhou um negro pense duas vezes antes de repetir um ato racista.

    Negros e negras, pardos e pardas, unam-se, mobilizem-se, coordenem e lutem contra as práticas racistas no Brasil !

    Façam isto pelo nosso país e por vocês mesmo..

     

  24. doido varrido

    Nassif,

    Nenhuma surpresa.

    Durante o governo de Lula, a partir da saída escandalosa do delegado Paulo Lacerda, começou na PF esta zorra que veio para ficar. Internamente está dividida em duas ou três facções, completamente sem liderança e fazendo o que quer ao sabor do vento.

    Chega ao ponto de ter policiais conspirando ativamente contra o governo para quem trabalham, e neste clima de baderna total e irrestrita tudo pode acontecer, inclusive este doido varrido do vídeo, que deveria ser encostado pela corporação para submeter-se a um exame médico. 

    Eduardo Cunha não pode ficar sabendo da confusão, pois o marginal poderá aprovar uma lei para o caso de alguém esbarrar em uma pessoa e não se desculpar, logo, todos os brazucas correrão o risco de serem autuados numa delegacia.

    É assim que o retrocesso vai ganhando espaço, estamos indo em direção ao século 17.

     

  25. Avalio-me como incluso no rol

    Avalio-me como incluso no rol daqueles sem o famoso “complexo de vira-latas”; que ainda avaliam nosso país como uma espécie de anverso ante as nações desenvolvidas.  Entretanto, não posso voltar às costas para a realidade: somos, com todos os méritos, o país do “sabe com quem está falando”? 

    Alguns imputam tal viés ao processo de colonização de origem ibérica e suas bases aristocráticas na qual os papéis sociais se estruturavam num rígida hierarquia devidamente coonestada pela “Santa”Madre Igreja Católica. 

    O mais dramático nisso não é apenas o absurdo de se antepor nas relações sociais, que deveriam se pautar pela mais absoluta simetria, cargos, títulos, situação social, seja lá o que for, mas esse expediente ser mais utilizado contra os socialmente frágeis. 

  26. Nosso futuro é tenebroso

    O clima de perseguição contra negros, pobres e petistas, chegou a tal ponto, que não me surpreenderia saber, que a droga para uso recreativo apreendida tenha sido plantada na delegacia. Isso não vai acabar bem.

  27. Não cabe voz de prisão por simples esbarrão

    A hipótese, contudo, pode se enquadrar em abuso de autoridade ou agressão. E nada tem a ver com o porte de drogas para uso individual. Vejo aí dois crimes independentes, em tese.

  28. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome