A Cultura, segundo Gil

Marca da gestão Gil, segundo ele, foi a ampliação do escopo da cultura, tirar dos salões e identificar a nova inteligência global e novos interlocutores. Prioridade é extensão do conceito da cultura, com mais abrangência sociológica e mais diversidade cultural. Máxima de Adam Smith foi adotada no MINC: “a riqueza das nações está na cultura dos seus povos”.

Lei Rouanet: percentual de 4% muito rígido. É preciso flexibilização para que setores médios da economia sejam estimulados também a investir em cultura. É preciso flexibilizar a lei. Deve prever mecanismos de compartilhamento comum dos produtos criados pelo mecanismo da renúncia fiscal. Poderiam ser aproveitados pelo Ministério da Educação para funções pedagógicas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora