A posição de Eurípedes

Enviado por: Euripedes Alcantara

Luiz,

você é implacável crítico da VEJA. Recentemente, segundo uma mensagem que recebi do serviço de “inteligência” do PT ( se é que podem andar juntas duas expressões tão excludentes) você me atribuiu a afirmação “Agora derrubamos o Lula” que eu teria dito no auge da crise que culminou com a demissão do Antônio Palocci.

Não sei quais são suas fontes mas convenhamos que um sujeito sério como você não pode sair por aí atribuindo frases a pessoas sem checar com elas a veracidade. Isso não combina com sua proposta de jornalismo — e aqui não vai nenhuma ironia.

Governos não caem por ruins ou corruptos. Governos caem por falta de sustentação. É uma tolice atribuir a mim a idéia de que imprensa derruba governo. Governo compra imprensa, por certo. Mas isso se dá mais por insistência dos jornalistas que se oferecem.

Seu blog é muito melhor do que eu poderia imaginar e muito transparente na exudação de idéias econômicas tão atraentes quanto inúteis.

um abraço

Euripedes Alcântara

Resposta

Eurípedes,

1. Têm idéias econômicas atraentes, que só são inúteis por não serem bem compreendidas. E idéias inúteis que se tornam atraentes também porque mal compreendidas. É tudo uma questão de boa compreensão das idéias.

2. De fato, imprensa só derruba governo quando ele não tem sustentação. Por isso, quando querem derrubar governos, campanhas de mídia visam erodir sua sustentação política. A queda é mera decorrência. É um bom jogo de palavras.

3. Quanto à afirmação sobre sua suposta comemoração da queda de Lula, fica registrada a sua versão, com o destaque que o Blog pode se permitir. Aceitei a versão original que me foi passada, por ser absolutamente verossímil.

4. Não vou me prevalecer do meu espaço para não prejudicar o seu direito de resposta – o que, infelizmente, não é norma adotada por muitas publicações. Mas confesso ter ficado surpreso quando, juntando todas as peças, entendi o que ocorreu em “Veja” nesses dezoito meses. Surpreso pelas boas referências que tinha a seu respeito, antes desse período.

5. Por ser uma mensagem dirigida ao Blog, solicito aos leitores que evitem postar comentários.

Outro abraço.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora