Custo da dívida

O Tesouro decidiu isentar capital externo de aplicações em títulos. A idéia era permitir formar a chamada curva dos juros — isto é, permitir negociações de prazos mais longos que servissem de referencial para o mercado de crédito de médio e longo prazo.

O investimento externo explodiu. Numa conta grosseira, se existem US$ 9,5 bi aplicados, a isenção de Imposto de Renda representou um custo médio adicional para as contas públicas de US$ 1,9 bi.’

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora