Dos álibis eternos

Alguns analistas sustentam que o Banco Central não deveria intervir no câmbio, porque só consegue efeitos temporários. Seria relevante que explicassem seu conceito de “temporário”. Na China o “temporário” dura anos, enfrentando superávits comerciais tão expressivos. Como “temporário” é um conceito relativo, presume-se que eles considerem que alguns anos é um período temporário perto da civilização milenar chinesa.

A defesa que alguns analistas fazem da permanência do presidente do Banco Central no cargo é curiosa. Sustentam que o câmbio é um álibi para que o PT consiga destronar Henrique Meirelles. Considerar o câmbio um “detalhe” já é demais. O câmbio é um dos preços centrais da economia. Considerar que as críticas partem do PT é incluir entre petistas exacerbados até o governador de São Paulo José Serra.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora