Fala sério

Do inacreditável Fábio Giambiagi, em entrevista a Sônia Racy, no “Estadão”

“Giambiagi lembra que ninguém gostou de economizar energia em 2001, mas, em função das circunstâncias, todos entenderam que o racionamento era necessário e aderiram. Estaria pois nas mãos do governo convencer a sociedade da necessidade de mudar. ‘Se pretendemos não ler mais manchetes como a do ano passado em que, na América Latina, o Brasil só teve um desempenho melhor que o do Haiti, se pretendermos dar aos nossos filhos um futuro melhor, precisamos repensar o sistema previdenciário e assistencial. Esse é o grande drama nacional”.

Dá para levar a sério?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome