Invasão planejada

Mais uma provocativa matéria do The Guardian (clique aqui). O ataque de Israel ao Líbano estava longamente preparado muito antes do Hezbollah capturar os dois soldados. Estava tudo pronto aguardando o pretexto. O The Economist desta semana, que nada tem a ver com o The Guardian, chega à mesma conclusão.

Lembro que Demétrio Magnoli, quando da desocupação da faixa de Gaza, alertou em sua coluna na “Folha” que, longe de representar um ato de paz, era, na verdade, uma maneira de desocupar o terreno para poder atacar com mais facilidade os inimigos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome