O ano das ilusões perdidas

A campanha da mídia contra o governo Lula, nos dezoito meses que antecederam as eleições deste ano, é um marco histórico, para o bem ou para o mal. Ao final, tinha terminado oficialmente o grande período de predomínio da mídia convencional, que começa nos anos gloriosos das “diretas-já” e se encerra com o fim das eleições.

Apesar de atolado até o pescoço com dois livros que estou terminando, pretendo começar o projeto de um livro para tentar entender e explicar esse episódio.

Pretendo montar uma equipe pequena de voluntários -preferencialmente de alunos de jornalismo de faculdades diversas— para o levantamento de dados. Quem se interessar, favor mandar o currículo para [email protected] Não é necessário ser de São Paulo.

O primeiro passo será proceder ao levantamento definido pela pauta. Depois, alguns dos tópicos serão expostos no Blog, para receber críticas e contribuições dos leitores.

Atenção: não será livro de “denúncias” nem “conspiratório”. Mas uma análise de caso, contextualizando o momento e buscando explicações. Tal qual procurei abordar no meu “O Jornalismo dos anos 90”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora