O “apagão” da infra-estrutura

O apagão da infra-estrutura não é tema para se brincar. O governo está cochilando com essa questão, ainda mais depois que a ANEEL divulgou novas projeções de oferta de energia, aumentando para 33% a vulnerabilidade brasileira.

O “apagão” liquidou com o governo FHC e custou alguns anos de crescimento no país. Lula está paralisado pelo medo do mercado de reduzir superávit e outros quetais. Mas não pode vacilar nessa área.

É hora de montar uma Câmara de Gestão da Crise, nos moldes da que foi adotada na crise de energia do “apagão”. Não dá para brincar mais. Nessa área os investimentos levam tempo para maturar. Quando a crise vier, será um vagalhão desmontando a economia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora