O crime continuado

O que a Mineradora Rio Pomba Cataguazes cometeu em Minas Gerais é caso para abertura de inquérito para apurar crime de responsabilidade, de seus proprietários e das autoridades estaduais.

É a mesma mineradora que em março de 2006 vazou 400 milhões de litros de resíduos de tratamento de bauxita, com uma poluição que chegou até o Rio de Janeiro. É inconcebível que tivesse continuado a operar a ponto de provocar, hoje de manhã um novo desastre ecológico.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora