O desastre do Incor

Tenho as melhores lembranças do Incor. Ele garantiu sobrevida de alguns anos à minha mãe. O que foi feito com ele nos últimos anos foi calamitoso. A Fundação Zerbini deve R$ 200 milhões e está a ponto de fechar.

Seria relevante que o Ministério Público apressasse e tornasse públicas as investigações sobre a atuação do ex-presidente da Fundação José Ramires e de seu principal executivo Mário Gorla na montagem desse desastre. Inclusive a desastrada avincursão brasiliense deles, uma história que até hoje não foi devidamente contada.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora