O PCC e a segurança

Vamos analisar a estratégia de combate ao PCC sob a ótica estrita da segurança do cidadão. Esqueçam direitos individuais e toda esse discurso de país civilizado, que só serve para confundir.

Há dois exércitos na rua: um, o das forças de segurança; outro, o do PCC. O PCC alicia seus combatentes dentro do próprio sistema penitenciário. A grande estratégia consiste em combater o PCC fora dos presídios e, dentro dele, reduzir sua influência sobre a massa de condenados.

O primeiro passo, portanto, é saber diferenciar a população carcerária, entre os que pertencem ao PCC e os demais, que podem ser aliciados. Aos membros do PCC o rigor da lei, até do Regime Disciplinar Diferenciado, se for o caso; o isolamento do mundo exterior; o fim da corrupção que permite aos chefes dispor de celulares e comandar a tropa.

É sobre o segundo grupo, da população carcerária de baixa periculosidade, que deve incidir a ação pública, impedindo-a de ser cooptada pelo PCC, reabilitando-a para a legalidade.

De que maneira se faz isso? Uma delas é tornando as penitenciárias seguras e instrumentos efetivos de reabilitação dos presos recuperáveis. O que leva um preso comum, de baixa periculosidade, a cair nos braços do PCC é a insegurança interna -que o faz buscar a ajuda de quem pode garantir sua vida— e a falta de perspectivas futuras. Transformar os presídios em um inferno, tratando a população carcerária indiscriminadamente, é a maneira mais fácil de aumentar o número de seguidores do PCC. Nesse inferno sem perspectivas, o que ele teria a perder não se aliando ao PCC? Só teria a ganhar.

Obviamente é um trabalho penoso, complexo, que exige, de um lado, inteligência policial, para saber separar o joio do trigo. Depois, políticas de reabilitação, como as empreendidas pelo ex-Secretário da Segurança Penitenciária Nagashi Furukawa. O uso exclusivo da força bruta apenas fortalece o PCC e expõe e população civil que, ao contrário de governadores e secretários, não dispõe de escolta nem de segurança.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora