O salário mínimo e os juros

“O Globo” de hoje bate na velha tecla que foi o aumento do salário mínimo que irá comprometer o investimento em 2007.

Melhor ler o excelente Luiz Sérgio Guimarães, no “Valor” de hoje:

“A inflação brasileira é uma função da taxa de câmbio. E quem faz esta é a taxa de juros. O salário mínimo não mexe com o câmbio. Não irá provocar uma explosão generalizada de demanda capaz de afetar a cotação do dólar. O consumo adicional suscitado pela intuitiva prodigalidade presidencial provocará cócegas nas importações. É o juro real mais alto do mundo que aprecia o real. Os exportadores antecipam todo o câmbio que conseguem para ganhar o juro real médio de 12% que prevaleceu em 2006. Isso equivale a conceder um desconto de 12% no preço da mercadoria artificialmente apreciada pelo câmbio fictício”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora