Os amigos de Plutão

Do leitor Ataliba

Nassif gostaria de enviar esta mensagem para seu comentário.

Ás vezes(talvez muitas) o presidente Lula / PT exageram nas críticas à imprensa, mas veja como é dura a vida deles também.

Está circulando com insistência na internet mais uma peça contra a presidente Lula. Trata-se de artigo do jornalista Carlos Chagas, publicado na Tribuna da Imprensa e republicado em vários outros jornais, que revelava a criação da ONG Sociedade Amigos de Plutão, destinada a resgatar Plutão a condição de planeta. O e-mail vem sempre acompanhado de comentários irados e indignado contra Lula e o PT.

A ONG seria presidida por amigo íntimo de Lula filiado a CUT e ao PT já teria recebido R$7.500.000 milhões e quinhentos mil em verbas federais, nomeado 800 diretores, com retiradas semanais de R$20 mil e convênios de publicidade com a Petrobrás, Banco do Brasil, Caixa e os Correios.

Esta denúncia virou uma praga na internet e, pior que isto, foi levada ao plenário do Senado em tom de revolta pelo Senador Heráclito Fortes, do PFL, um dos coordenadores da campanha de Geraldo Alckmin. Heráclito usou o escândalo Sociedade Amigos de Plutão como argumento definitivo para criar uma CPI para investigar as apoiadas pelo governo.

Tudo bobagem. Segundo o autor, que até publicou uma retratação, o artigo é uma brincadeira, ele alega que gosta de usar metáforas, ficção em suas colunas. Aqui vem a dúvida, o jornalista publica uma coisa dessas onde não há menção nenhuma de que seja uma ficção, após cinco dias, tempo suficiente para se espalhar pela internet, publica uma retratação para que não venha a ser processado. Houve má-fé do autor ou não? Todos sabemos que o desmentido nunca tem o mesmo efeito que a mentira (vida Escola de base) então com ou sem má-fé deve o autor responder por isso? Pior ainda, pode um senador da republica fazer uso de algo sem a menor comprovação para ir a tribuna do senado fazer acusações?

Por essas e por outras que talvez exista essa revolta excessiva com a imprensa.

Do leitor Felipe Pelussi

Errado! O senador Heráclito Fortes (PFL-PI) não usou a farsesca Amigos do Plutão como “argumento definitivo para criar uma CPI para investigar as [ONGs] apoiadas pelo governo”, e sim aquela ONG Unitrabalho, de Jorge Lorenzetti, o churrasqueiro, amigão de Lula e articulador do dossiê contra José Serra, que recebeu uma bolada (18 milhões de reais) do governo Lula desde 2002.

Só para constar, três senadores petistas votaram pela CPI das ONGs: Serys (recuso-me a escrever seu sobrenome neste espaço, que, de resto, é quase impronunciável..), do PT-MT, Eduardo Suplicy (PT-SP) e Paulo Paim, do PT gaúcho (uma pessoa, a meu ver, decente e séria).

Curioso: Marta Suplicy tem espalhado por aí (e a imprensa reproduz, com pompa e circunstância) que, eleito, Alckmin acabará com o Bolsa-Família. Todos que lemos (a silepse é intencional..) o programa de governo de Alckmin sabemos a inverdade da afirmação, como próprio candidato já insistiu em apontar em pronunciamentos e debates (ele pretende, a bem da verdade, regulamentar o programa, de modo a impedir abusos como estes e outros tantos, como os repasses ao sabor do calendário eleitoral).

Lula diz que Alckmin cortará empregos e diminuirá salários no funcionalismo público.Haverá a leitora de reclamar da “má-fé” nestes casos também? Já pensaram quanto tempo custará a Alckmin para desmentir bobagens desse tipo?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora