Os ganhos com dólares

O investidor traz US$ 1.000.000,00. Chega aqui com o dólar a R$ 2,15. Fica com R$ 2.150.000,00. Aí aplica em uma taxa média Selic de, digamos,12% ao ano. Limpinho, sem impostos. Ao final de um ano, estará com R$ 2.408.000,00. Significa que ganhou 12%. Depende?

Se, nesse período, o dólar cair para, digamos, R$ 2,00, na hora de converter os reais em dólares ele terá US$ 1.204.000,00, ou 20% de ganhos, limpinhos, em um ano.

Dá para entender porque o dólar se aprecia? Cai a rentabilidade dos títulos brasileiros no exterior, inclusive pelo efeito da redução do risco Brasil. Abre-se um diferencial entre o dinheiro aplicado lá fora e aqui dentro. Os investidores trazem os dólares para cá e inundam o mercado. Se o BC não reduz a taxa Selic na mesma proporção da queda internacional, é a senha de que a cotação do dólar vai desabar.

Instaura-se o efeito-manada, com bancos e investidores desovando dólares para aplicar na taxa Selic. Aí o Banco Central vai enxugar gêlo comprando dólares para engordar as reservas. Paga uma dinheirama pela compra (equivalente ao custo da dívida pública brasileira) e a queda continua.

Esse é o efeito da redução insuficiente da taxa Selic.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora