Para entrar 2007

“Por Causa Dessa Cabocla”, de Ary Barroso e Luiz Peixoto, por Dorival Caymmi.

Coloco no computador o CD de Dorival Caymmi e Ari Barroso, que ganhei neste Natal. Ari interpretando Caymmi ao piano; Caymmi interpretando Ari no violão e voz.

No escritório, as menininhas estão absortas no computador. Vejo-as, agora, com 8 e 7 anos. E daqui a dez ou quinze, em que país estarão vivendo? Nesses últimos anos foi um terremoto, a eclosão da violência urbana, a descaracterização cultural da juventude, o primado de valores falsos, desagregadores, o combate a toda forma de solidariedade social, a abdicação de qualquer projeto nacional, o internacionalismo rastaqüera, inculto, superficial da geração Daslu.

O país saiu de um fechamento irracional, submetendo-se aos poderes hegemônicos da época, ensaiou alguns movimentos racionais de abertura. Depois, em 1994, o pêndulo foi arremessado como um aríete em uma direção totalmente oposta e igualmente irracional. E não parece haver força capaz de contê-la antes que desapareça o último vestígio de um país que se pretendia nação.

Último vestígio? Quando Caymmi entoa a letra emocionante de Luiz Peixoto, deixo de lado o pessimismo. “À tarde / quando de volta da serra / com os pés sujinhos de terra / vem a cabocla passar / As flores vêm pra beira do caminho / pra ver aquele jeitinho / que ela tem de caminhar”….. Corta essa, digo a mim mesmo, ouvindo os sons que saem do computador. É aí me lembrei de uma colega jornalista, filha de italianos. Logo após a Guerra, seu pai estava prestes a comprar uma passagem de navio para os Estados Unidos, quando ouviu “Aquarela do Brasil”. Mudou o itinerário e veio parar no Brasil. Um país que tem uma música tão linda não pode ser ruim, dizia ele.

O violão de Caymmi solta os acordes simples e bem colocados. Olho as menininhas e bate uma baita esperança de ainda vamos virar o jogo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora