Patativa do Assaré

Do site do Noblat, o final do discurso de Lula em Belo Horizonte:

“Quando tirarem minhas pernas, andarei com as pernas do povo. Se eles tirarem meus braços, gesticularei com os braços do povo. Se tirarem meu coração, amarei com o coração do povo. Se tirarem minha cabeça, pensarei com a cabeça de vocês. Porque não adianta esquartejar e salgar a carne como fizeram com Tiradentes. A carne você mata. Mas as idéias sobrevivem”.

É um autêntico Patativa do Assaré.

PS — Aos leitores que pediram explicações, Patativa é um dos grandes poetas populares do nordeste, cearense, falecido há pouco tempo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora