Seminário da Escola de Economia FGV – 5

Clichês e estereótipos
O momento mais animado dos debates do seminário da FGV foi quando a professora Eliana Cardoso, comentarista do primeiro bloco, tentou caricaturizar os chamados heterodoxos, na figura de Luiz Fernando de Paula, do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Criou uma caricatura:

— Os heterodoxos pensam em um Estado como o de antigamente, grande e ineficiente.

Avançou na cantilena do “em todo lugar (não) é assim”:

— Em nenhum lugar do mundo controles de capitais funcionaram.

Os demais debatedores – Luiz Carlos Mendonça de Barros e Paulo Rabello de Castro – não pouparam críticas à tentativa da professora de estereotipar a discussão e apresentaram exemplos de controles bem sucedidos. Na sua resposta, Luiz Fernando foi duro:

— Me recuso a discutir a partir dessa caricatura criada pela professora. O debate tem que ser mais sério.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome