Sobre o Office-Vista

A Microsoft teve a gentileza de instalar em minha máquina o novo Vista e o novo Office.

Algumas observações preliminares:

1. O sistema é mais eficiente para reconhecer impressoras e outros aparelhos e instalá-los automaticamente. Reconheceu facilmente as impressoras, mas embatucou no meu minigravador Panasonic

2. Travou algumas vezes, mas por conta da memória do note (um giga) e muitos programas abertos.

3. Estou usando o antivírus e o firewall dele. Ainda não voltei para o ZoneAlarm ainda, até ter maior clareza sobre a eficiência do sistema.

4. O visual é bonito. Os efeitos ajudam mas estão longe do design e da engenhosidade do MacOs. E tem algumas funcionalidades, como o Windows Media Center, que talvez sejam úteis para uma casa plugada. Para os usuários individuais, ainda continuo preferindo tocadores mais simples.

5. O Word ficou programa de gente grande. Apanha-se um pouco para encontrar os novos comandos, mas a disposição é muito mais funcional que o anterior. Permanece o mesmo problema da versão anterior, de desaparecer as configurações dos templates. Já gravei três vezes uma macro que coloca automaticamente DATA no cabeçalho das minhas colunas, e três vezes a macro desapareceu.

6. Há também alguns comandos difíceis de localizar. Fiquei quase louco para achar o Correção Automática, que utilizo para colocar siglas e abreviar palavras.

7. O novo Word tem um recurso excepcional (principalmente agora que estou escrevendo livros) que são as fontes bibliográficas. Permite cadastrar fontes (livros, entrevistas, artigos), depois incluí-las no texto ou nos rodapés. Não explorei ainda todos os recursos do Word, mas gostei.

8. Em compensação, o novo Office não me fez retornar ao Outlook. O programa tem a vantagem de permitir integrar histórico de e-mails aos contatos, montar tarefas amarradas a contatos. Instalei ainda o módulo Business Contacts, que permite historiar as relações com os contatos. Desisti porque o micro ficou lentíssimo. Mesmo sem ele, continuou pesado, travando. Acabei voltando para a leveza e funcionalidade do Thunderbird. Mantive o Outlook apenas para agendamento de compromissos e tarefas – que compartilho com a minha secretária.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora