Uma carta ultrapassada

Recomendo enfaticamente a leitura do artigo de Sandor Levinson, “Uma Carta Ultrapassada” ( clique aqui) no Estadão de hoje. É uma análise acurada sobre o presidencialismo americano, que foi historicamente copiado no Brasil.

Mostra os problemas da falta do voto de confiança ou de formas parlamentares para tratar com presidentes que caiam em descrédito (como é o caso de George Bush); a questão da não proporcionalidade da representação parlamentar, com uma absurda discrepância na relação votos/deputado eleito.

Diz que o país terá que suportar um presidente com 60% de desaprovação popular, enquanto o modelo inglês permitiu tirar Margareth Tachter, quando seu período se esgotou, e agora permitirá tirar Tony Blair.

O único problema é que no Brasil ainda há pouquíssimo apego às normas constitucionais. Leia na mesma edição, aliás, bela matéria de Lilian Scwarcz sobre o pensamento de Sérgio Buarque de Hollanda. Impressionante a capacidade de Sérgio de identificar pontos centrais da cultura brasileira que, nesses perídos de catarse. ficam tão expostos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora