Começa hoje a segunda fase de saques do FGTS


Foto: Divulgação – Caixa

Por Ana de Souza

A Caixa Econômica Federal antecipou o início dos saques de contas inativas do FGTS para os nascidos em março, abril e maio. A data passou do dia 10 de abril para 08 do mesmo mês. Por ser um sábado, a nova data fará com que mais de 2 mil agências fiquem abertas de 9h às 15h.

Para ajudar na eficiência da estratégia de atendimento, nos próximos dias úteis (10, 11 e 12 de abril) as agências do banco federal abrirão com 2 horas de antecedência. É bom lembrar que os horários especiais serão exclusivos para dúvidas, consultas e saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

A abertura de agências no sábado foi uma estratégia anunciada pela Caixa Econômica Federal desde o começo do processo. Já foram mais de 1,8 mil agências abertas no fim de semana de fevereiro e março.

 

Para hoje, a estimativa é de que 7,7 milhões de brasileiros recebam o recurso. Deste total, 2,3 milhões receberão a quantia em conta da própria Caixa. O valor a ser sacado do programa em abril soma mais de R$ 11 bilhões.

Na primeira fase, que ocorreu em março para aqueles com data de nascimento em janeiro e fevereiro, foram aproximadamente 3,7 milhões de saques efetuados desde o dia 10 do mês passado. Segundo dados da Caixa, a soma retirada no período chegou a R$ 5,9 bilhões. Esse valor corresponde a 85% da estimativa inicial, que era de R$ 6,96 bilhões e a cerca de 77% dos trabalhadores aptos para realizar o saque.

Outro dado interessante sobre a primeira etapa do cronograma é em relação às regiões que mais resgataram o dinheiro. Dos R$ 5,9 bilhões de saque do FGTS, mais de 42% (R$ 2,5 bilhões) foram realizados de contas inativas do estado de São Paulo.  

Do total de pessoas que realizaram o procedimento em março, isto é, 3,7 milhões de trabalhadores, aproximadamente 1,2 milhão eram residentes em São Paulo, equivalente a 32,5% do total.

Segundo a Caixa Econômica Federal, em comparação com outros estados do país, o percentual mais alto em São Paulo ocorreu no estado devido ao grau mais elevado de formalização do trabalho emprego e também por causa da grande oferta de vagas com carteira assinada naquele estado.

A expectativa é de que os números de março sejam superados pelos de abril. Isso porque 26% de todos os brasileiros aptos a sacar o benefício devem fazer a retirada neste mês. Por outro lado, o mês com a menor proporção de saques é julho, com 8%. Vale ressaltar que o prazo final para retirar as quantias de contas inativas termina em 31 de julho. Depois desta data, não será mais possível fazer retiradas.

Apesar da empolgação em torno da medida do governo, nem tudo está tranquilo em relação ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Resultados de uma auditoria do Ministério do Trabalho realizada em 2016 revelam que diversas empresas do país não recolheram de maneira correta o FGTS de seus colaboradores. Segundo o órgão, foram mais de R$ 3,1 bilhões recuperados de empresas infratoras, além de 14,5 mil empresas notificadas e 43,3 mil autos de infração aplicados.

Os valores foram 39,8% maiores do que os registrados em 2015. No ano passado, o Ministério do Trabalho recuperou R$ 2,2 bilhões e emitiu 48,3 mil autos de infração. Apesar da diferença, a arrecadação em 2016 foi maior uma vez que a fiscalização buscou dar prioridade para empresas com saldo devedor superiores.

A maioria das fiscalizações em 2016 ocorreram no comércio (12,1 mil), na indústria (9,3 mil) e no setor de serviços (7,1 mil). Segundo o chefe da Divisão de Fiscalização do FGTS,  a irregularidade por parte das empresas acontece frequentemente por erro de cálculo, ocasionando o depósito de um valor incorreto na conta de FGTS do empregado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora