Ministério da Fazenda aprova reajuste de 7,48% nas tarifas postais

Imagem: Reprodução Internet

Jornal GGN – A portaria nº 176/2017, que prevê o reajuste de 7,48% nas tarifas de serviços postais e telegráficos dos Correios, foi publicada pelo Ministério da Fazenda, na última quinta-feira (13), no Diário Oficial da União. Para entrar em vigor, a medida ainda precisa da publicação da portaria por parte do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

O reajuste será válido para os serviços nacionais e internacionais. O  valor do porte da carta não comercial, passará de R$ 1,15 para R$ 1,23. Já o telegrama nacional redigido pela internet, que atualmente custa  R$ 7,07 (por página), terá o preço atualizado para R$ 7,60.

As tarifas da Carta Social, destinada aos beneficiários do programa Bolsa Família (R$ 0,01), das encomendas (PAC e Sedex) e marketing direto não serão reajustadas.

Os  serviços dos Correios são reajustados anualmente, com base na recomposição dos custos repassados à organização, como aumento dos preços dos combustíveis, contratos de aluguel, salário dos funcionários, entre outros.

O reajuste é realizado com base no Índice de Serviços Postais (ISP), um indicador aplicado aos serviços operados pelos Correios, formado a partir dos índices: INPC, IPCA, IPCA Saúde, IPCA Transportes e IGP-M.

Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora