Recall: Volkswagen anuncia reparo para veículos modelo up!

Foto: Volkswagen/Dilvugação

Jornal GGN – Na segunda-feira, 5 de dezembro, a empresa automobilística Volkswagen do Brasil anunciou uma chamada de recall para os veículos modelo Up!, anos 2014 e 2015, com chassis entre ET500026 e FT552997. Os proprietários desses carros devem agendar junto a uma concessionária da marca a atualização de software da unidade de comando dos indicadores de direção, a seta.

A Volkswagen detectou possíveis danos na unidade de comando dos indicadores de direção traseiros, o que pode ocasionar o não funcionamento dessas setas. Tal falha pode provocar acidentes, danos físicos e materiais aos ocupantes do veículo e terceiros.

Vale lembrar que o mau uso das setas gera multa aos motoristas. Para agendar o reparo do carro o proprietário deve entrar em contato pelo telefone 0800 019 8866 ou clicando (aqui).

A Lei

O artigo 10, do Código de Defesa do Consumidor (CDC), determina obrigatório o comunicado dos produtos ou serviços colocados em mercado que apresentem defeitos ameaçadores a saúde e segurança do consumidor. Tal informação deve ser dada por meio de panfletos ou pela mídia (TV, Rádio, Jornais, Sites, etc.).

O proprietário do produto em questão deve ficar atento ao comprovante de que o serviço foi efetuado, já que documento deverá ser conservado e repassado adiante, em caso de venda. Se o produto tiver sido comercializado mais de uma vez o atual proprietário também terá direito ao reparo gratuito.

Ainda, conforme a Portaria Conjunta nº 69 de 15/12/2010, da Secretaria de Direito Econômico e do Diretor do Departamento Nacional de Trânsito, o veículo que não for reparado em até 12 meses, após o início da campanha de recall, terá a informação lançada no campo ‘observações’ do próximo CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) emitido pela autoridade de trânsito.

Leia também:  Número de mortos pelo novo coronavírus na China chega a 1,6 mil

Um levantamento realizado pelo Procon-SP, este ano, destaca o baixo índice de eficácia entre as campanhas de recall. O dado mostra que o brasileiro da pouca importância aos chamados, realizados somente em casos onde os defeitos apresentam algum tipo de risco ao consumidor. Para ler mais sobre isso clique (aqui).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome