Homem mais rico do Brasil critica desigualdade social

Jornal GGN – O bilionário brasileiro Jorge Paulo Lemann deu recentemente uma palestra na Universidade Harvard, em Cambridge, nos Estados Unidos, e falou que a desigualdade social é o maior inimigo da estabilidade econômica no país. “Nós nunca vamos ter estabilidade se tivermos desigualdade”, disse.

Lemann é o homem mais rico do Brasil, 19º no ranking mundial da Forbes, dono de uma fortuna de US$ 30,9 bilhões.  Para ele, a redução da desigualdade deveria ser “o maior sonho” da nação.

“Eu moro na Suíça e é ótimo viver numa sociedade em que há muito mais igualdade”, disse, reconhecendo que o país é composto por uma ampla maioria de classe alta. “São pessoas ricas, há poucas pessoas pobres, mas, apesar de não serem iguais, todos têm as mesmas chances. Todos estudam nas mesmas escolas, todos vão aos mesmos médicos. É uma sociedade muito mais feliz”.

Questionado sobre o que faria para melhorar o Brasil caso o país estivesse em seu portfólio de investimentos, Lemann disse que não entende de política e nunca ocupou cargos públicos, mas que “a fórmula básica é juntar um bom grupo de pessoas para administrar as coisas, ter um grande sonho, seguir as informações certas e assumir alguns riscos”.

Para ele, correr riscos no Brasil significa juntar visões de mundo e ideias diferentes para um objetivo comum. “O Brasil não é um país de esquerda nem de direita. O único caminho é pelo centro”, afirmou. “Se nós nos juntarmos e tivermos grupos de pessoas que pensam diferente, mas que conversem, e que sejam mais pragmáticas, nós poderemos construir um país maravilhoso”.

Leia também:  Economia pós-pandemia: Especialistas desmontam mito da austeridade fiscal

Com informações da Folha de S. Paulo

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

37 comentários

  1. Departamento “Minhas Gafes Tem Mais Flores”:

    Homen mais rico do Brasil vai pra Harvard pra falar em como a vida eh mansa na Suissa e “desigual” no Brasil, e que eh so se sentar e convers…

    Uau…

  2. Os suíços são felizes porque

    Os suíços são felizes porque vivem do dinheiro de corrupção vindo de vários cantos do mundo, inclusive do Brasil. Não é “somos todos cunhas”.

     

  3. Crítica de príncipe

    Lemann, o homem mais rico do Brasil mora na Suíça e, ainda, disse que não entende de política.

    Como num síndico de prédio residencial, Lemann diz que devemos juntar um grupo bom de pessoas para administrar as coisas….

    A entrevista cabe na revista CARAS, talvez com fotos dele na Suiça tomando uiesque e etc.

  4. O homem mais rico do Brasil,

    O homem mais rico do Brasil, que mora na Suíça

    O homem mais rico do Brasil, cuja especialidade é comprar empresas na bacia das almas, dar um pé na bunda dos empregados e embolsar grandes lucros

    O homem mais rico do Brasil, que ganha aqui seu dinheiro para gastá-lo lá fora

    O homem mais rico do Brasil, que tem uma fundação para disseminar a teologia do final do século XX (o neoliberalismo) e uma de suas seitas (o empreendedorismo)

    O homem mais rico do Brasil, que destruiu a Antarctica, a Brahma, a Skol, a Budweiser (tudo têm o mesmo gosto e sabor hoje) em nome da racionalidade da produção, da eficiência e dos lucros

    O homem mais rico do Brasil, que compra empresas americanas e européias, impondo seu padrão de gestão “brasileiro” (demissão em massa, pressão máxima em quem fica)

    O homem mais rico do Brasil não é um exemplo para mim

  5. A redução da desigualdade é e

    A redução da desigualdade é e semprre foi o maior sonho da Nação, mister Lemann. E o país estava na melhor das rotas para realizar esse sonho. Nunca me conformarei em ver tanta desigualdade no país. Mas ratos que só pensam nos próprios bolsos enrolaram-se na Bandeira Nacional e paralisaram a caminhada do Brasil em busca de elevar a qualidade de vida de todos os seus habitantes. Quem lutou pelo sonho agora vai ser punido por sua luta. Neste novo país da traição, é proibido sonhar.

  6. “a fórmula básica é juntar um

    “a fórmula básica é juntar um bom grupo de pessoas para administrar as coisas, ter um grande sonho, seguir as informações certas e assumir alguns riscos”.

    Desses ai Dilma só tem ou teve o Sonho. E claro, não nos esqueçamos do “Reublicanismo”.

    Mas o principal que ela não fez e por isso vai rodar é “não assmir riscos”.

    Dilma deveria escrever um livro de política: ” O REPUBLICANISMO – Como criar cobras e escorpiões e depois ser picado por eles”.

    Prefácio: José Eduardo Cardozo – “jurista e professor de cursinhos para concurso”.

  7. Suiça, este país que ele diz

    Suiça, este país que ele diz ser maravilhoso, sempre viveu do dinheiro lá depositado por ditadores, traficantes, ladrões e tudo mais que possa ser condenável. Para mim tudo que os suiços comem, bebem, vestem, onde moram, onde se divertem vem de dinheiro sujo. Não me venham tecer elogios a este país de bandidos.

  8. hahahahahah…
    não vi ele em

    hahahahahah…

    não vi ele em protesto algum.

    Estamos nos tornando um bando de idiotas doceis!

  9. Depois de financiar MBL,

    Depois de financiar MBL, revoltados online e vem pra rua ele diz que é a favor da distribuição de rensa.

  10. Tenho uma dúvida.

    Quando o CADE aprovou a fusão das cervejas brasileiras jogando o monopólio na mão da Ambev ele já era o dono?

    Não é depois da aprovação dessa fusão quando o Serra era ministro que depois a Ambev patrocinou uma bolsa de estudos para a filha do Serra en Harvard?

    Ou não tem nada a ver essa história?

    Se for isso mesmo , falar que não entende de política e rezar a cartilha da meritocracia e assumir riscos soa um pouco hipócrita , ou não?

  11. Só se for idiota

    Ele é um dos patrocinadores do golpes, só se for idiota para cair nessa conversa.

    Ministro do Planejamento do FHC – Ambev – Sócio da filha do Ministro do Planejamento do FHC.

    Imagina se ele fosse sócio do filho do Lula?

    • É altamente provavel que ele

      É altamente provavel que ele tenha financiado a campanha do Cunha, a propósito essa parte:

      “a fórmula básica é juntar um bom grupo de pessoas para administrar as coisas, ter um grande sonho, seguir as informações certas e assumir alguns riscos”

      Se encaixa como uma luva no processo que levou a Dilma a ser removida do cargo, será que é uma mensagem subliminar?

  12. A Suiça vive do dinheiro do cunha, do tráfico, de bandidos

    “No seio do imperialismo mundial, o imperialismo suiço preenche o papel indipensável de receptador”Jean Ziegler

    “Se vires um banqueiro suiço saltar de uma janela, saia atrás dele,Há certamente dinheiro a ganhar. (Voltaire)

    Quanto a este senhor vive das desgraçando a vida de kovens através da propagação do alcoolismo.

    Um trapo humano, suas palavras nào valem nada.

  13. Esse homem mais rico do

    Esse homem mais rico do Brasil e que mora na Suíça, lá ele fala que é bonita a igualdade, as oportunidades para todos, saúde para todos. Agora, aqui, quando se fala em igualdade de oportunidade para todos, é comunismo.

  14. É estranho…
    O homem mais

    É estranho…

    O homem mais rico do Brasil… não mora no Brasil!

    Sintomático…

    Ou ele é um grande hipócrita FDP…

    Ou está com a consciência pesada.

    Aliás, todo ricaço FDP ao ficar velho tem essa crise de consciência.

  15. Desigualdade Social, É?

    Uai! Como pode?

    Telles e Sicupira não tem a mesma porcentagem que Lemann?

    O que é isso companheiro Lemann, vamos consertar essa desigualdade social o quanto antes. Onde já se viu deixar Sicupira e Telles com menos.

    Assim não dá! Assim não pode! Reclamaria aquele um pé de página na história e outro na cozinha, lembrando da harmonia cultivada pelos banqueiros Safra, ao tratarem de negócios, com o célebre: “Negócio bom é quando é para os dois, pra mim e pro Moses”.

    Só rindo e muito, desbragadamente, para não vomitar ao ouvir essa gente mostrar o quanto, e o tanto, é bem intencionada e dedicada a causa da desigualdade.

    Haja óleo de peroba. 

  16. Conversas de salão

    A Suiça e o Brasil, nada a ver.Nunca na história deste país, chegaremos lá. Mas, para os românticos, somos o melhor povo do mundo.O país europeu deve sentir inveja de nós. Claro que não refiro-me aos políticos, aos governantes, etc, etc, etc.

  17. “A Suiça lava mais Branco” um

    “A Suiça lava mais Branco” um otimo livro de Jean Ziegler. O dono da Ambev sabe disso.

  18. ele que deu uma entrevista,

    ele que deu uma entrevista, onde diz que usou uma pratica ilegal para concluir o curso em Harvard. corupto é nois do pão com mortadade.

  19. O Homem mais Cínico do Brasil
    Já tinha lido um pedaço desta entrevista. Não consegui ler tudo. É muito cinismo. Financia movimentos contra programas de distribuição de renda, e fica dando entrevista dizendo-se à favor da igualdade. Dá vontade de vomitar lendo.

  20. “Se nós nos juntarmos e

    “Se nós nos juntarmos e tivermos grupos de pessoas que pensam diferente, mas que conversem, e que sejam mais pragmáticas, nós poderemos construir um país maravilhoso”,

    Falar assim morando na Suíça com o DINHEIRO GANHO dos operários BRASILEIROS, que tomam suas CERVEJAS CARAS e RUINS é muito FÁCIL, esse TIPO de GENTE não passa de COVARDES que não tem um MÍNIMO de AMOR a sua PÁTRIA e sua GENTE, o DEUS destes tipos é o DINHEIRO.

  21. Incoerente e hipócrita. . .

    Incoerente e hipócrita é o mínimo que se pode dizer desse cara. Muito amigo de FHC e já se declarou a favor do impechment da presidenta Dilma, será que com esse comportamento ele é a favor da redução da desigualdade no Brasil? Ele é sim a favor do “escravagismo moderno” a meritocracia. Seu sócios pregam em suas cervejarias que os executivos dessas empresas podem sair ricos aos 40 anos com os bônus que recebem para fazer que um trabalhador trabalhe por três. Resta saber se esses executivos terão saúde para gozar a vida aos quarenta anos e se os funcionários dessas empresas chegarão vivos até a idade de se aposentarem.

  22. Velhaco

    Que ótimo !

    Então pergunte a ele o que acha de os dividendos dos ricos começarem a ser tributados , enquanto se desonera impostos sobre o consumo,   como o ICMS. Será que ele concorda ? 

  23. E ainda vaticina: nunca

    E ainda vaticina: nunca teremos estabilidade se tivermos desigualdade. 

    Essa entrevista foi um tapa na cara dos brasileiros, condenados para todo o sempre, a golpes contra a distribuição da renda. É só mais um patife entre tantos outros parifes.

  24. esse cara é o representanrte

    esse cara é o representanrte típico daquela elite escravagista estudada pelo mestre

    roberto schwarz, que estudou a obra  de machado de assis.

    sintetizando é tipo assim:

    a fina ironia machadiana desmascarou essa elite patriomonialista brasileira.

    – neste caso, esse rico que mora na suiça, vive e

    curte e elogia e exalta a vanguarda…

    no imperio exaltava-se o iluminismo, digamos..

    mas na hora de lidar com os seus, estes eram açoitados…

    neste caso deste ricaço e hipócrita como os escravagistas, ocorre um exemplo semelhante….

    ele elogia a inclusão social do governo popular mas como se fosse uma

    conquisrtacivilizatória do mundo exterior ao brasil, não como  um

    produto nosso, que é inclusive produto de exportção, como já

    disse muito bem a ministra teresa campello….

    quer dizer, exalta a dita civilização, mas quando se  relaciona com

    o país quer açoitar a democracia, quer o impeachment da presidenta….

    esse paradoxo elitista escravocrata parece interminável na história brasileira…

     

     

  25. Faça o que eu digo, Não o que eu faço
    Não conheço nada desse senhor além do envolvimento no GOLPE via VemPraRua e FIESP e das gerações de alcoólatras que suas cervejarias tem construído com apoio da mídia e de “artistas”.

    Se concordo com a afirmação de que nunca seremos um povo feliz até que tenhamos igualdade para todos?

    SIM.

    Quem poderia discordar?

    Os midiotas produto da estupidificação histórica do nosso povo.

    O que o senhor LEMANN faz para que o Brasil, país onde ele tanto lucra, torne-se a Suíça onde ele reside e admira?

    NADA.

  26. É melhor ler isso …

    Do que não saber ler..

    Quando alguém opta por “viver em outro país”, admirando suas igualdades e esquece que ele mesmo é um provocador das desigualdades existentes em  seu próprio país, é uma síntese perfeita para definir hipocrisia.

    Quando ele assume seu lado criminoso e golpista e ainda se acha capaz de falar sobre pessoas certas para administrar o país, fico achando que era melhor eu não saber ler.

    O país, graças a essas figuras, ao invés de participar das boas manchetes, é objeto de achincalhes e gozações mundo a fora.

    Traidores, desleais, golpistas, antidemocráticos, ladrões, corruptos etc virou referência ao Brasil.

    Lamentável.

     

  27. Corja

    O que tem aparecido de hipócritas e cínicos, apoiadores do GOLPE, na maior cara de pastel, rindo de nossas caras, após o chamado ‘Dia da Vergonha”, o fatídico 17 de Abril… Afff!

    Esse é só mais um…

  28. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome