O plano perfeito de dois amigos para confundir seu professor

jax-e-reddydebbie-weldon-ap-jpeg.jpg

Menino pede para cortar o cabelo igual ao do amigo e emociona as redes sociais
 
Enviado por Mara L. Baraúna
 
Do El País

O plano perfeito de dois amigos para confundir um professor nos EUA

Lydia Stith Rosebush disse ao seu filho Jax, de quase 5 anos, que estava na hora de cortar o cabelo. O menino lhe propôs então de raspar a cabeça, para ficar parecido com seu amigo Reddy Weldon, e assim os dois poderiam fazer uma brincadeira com seu professor: quando chegassem na segunda-feira à escola com o mesmo corte de cabelo, ele não conseguiria saber quem era um e quem era o outro.

Lydia, que mora em Kentucky (Estados Unidos), achou a história tão graciosa que resolveu contá-la via Facebook, em um post que já foi compartilhado mais de 75.000 vezesdesde 24 de fevereiro e que reúne mais de 8.000 comentários. Vendo a imagem, é fácil entender o motivo: Jax é branco e seu amigo Reddy é negro. “Se isso não é uma prova de que o ódio e o preconceito são coisas que se aprende, não sei o que poderia ser. A única diferença que Jax vê entre os dois é o seu cabelo”.

A publicação teve tanta repercussão que a rede de televisão ABC resolveu acompanhar os meninos e seus pais ao cabeleireiro. “Às vezes perdemos a inocência das crianças, e eu gostaria que a recuperássemos”, afirmou o pai de Reddy. Ele e sua mulher adotaram o menino e seu irmão Enock quando tinham 2 e 4 anos. Ambos nasceram na África.

Rosebush também divulgou a sua história na página Love What Matters, no Facebook, que tem mais de seis milhões de seguidores. Nos quase 3.000 comentários feitos ali sobre a imagem, muitas pessoas compartilham fotografias de seus filhos e filhas com seus melhores amigos.

Reddy também não viu nenhuma falha no plano de seu melhor amigo: “O Jax é eu e eu sou o Jax e o Jax é eu”, diz ele no vídeo. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

5 comentários

  1. Racismo

    “As crianças não nascem racistas, elas aprendem”. Este é um dos refroões mais repetidos na movimentação negra, pelo óbvio. No meio da vida, por exemplo, existe uma escola…

  2. deveríamos

    Todos deveríamos ser Reddy e Jax. O sorriso deles contagia.

    Belas fotos para se ver num domingo pela manhã.

    Ótimo para exorcizar as fotos dos bandidos golpistas de ultimamente.

  3. Em um mundo que se vende ódio…

    A grande mídia vende o ódio e o ódio é o combustível que se alimenta das “diferenças”. 

    Nunca se foi tão tão preconceituoso como agora. Estão aí os coxinhas para nos mostrar. 

  4. Nada como a pureza das crianças . . .

    Nada como a pureza das crianças. Entre as crianças não existe racismo, isso é uma coisa de adultos. Que pena não podermos ser crianças a vida toda.

    • Há pureza, mas isso não

      Há pureza, mas isso não explica tudo! Há sabedoria, mas essa, junto com a pureza vai desaparecendo na jornada… Infelizmente!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome