A morte do pai do caça Flanker

Mikhail Simonov, pai do caça Flanker, morre aos 81 anos 

http://cavok.com.br/blog/?p=28550

Mikhail Simonov, pai do caça Flanker, morre aos 81 anos

Por Fernando Valduga 

Os caças Su-27 Flanker tornaram-se referência em caças manobráveis, e fazem parte da esquadrilha de demonstração aérea russa, os Russian Knights. (Foto: Alexandr Zhukov / Russian AviaPhoto Team)

O projetista da Sukhoi Mikhail Simonov, que desenhou o caça Su-27 Flanker e abriu as exportações para os valorizados sistemas de armas da União Soviética, morreu no começo dessa sexta-feira, aos 81 anos, na Rússia.

 

Mikhail Simonov, com uma maquete do caça Su-30, um de seus últimos projetos junto a Sukhoi.

Nascido entre os Mares Negro e Cáspio, em Rostov-on-Don, Simonov graduou-se no Instituto de Aviação Kazan em 1954, e tornou-se chefe de projetos de uma série de planadores de metal. Mudou para a Sukhoi no final da década de 60, onde liderou as campanhas de testes de voo das aeronaves Su-24 e Su-25, quando aceitou o desafio de projetar o Su-27 – a resposta da União Soviética aos caças norte americanos F-14, F-15, F-16 e F/A-18.

Em 1983, Simonov, tornou-se chefe do escritório de projetos da Sukhoi, e tornou este famoso em todo mundo, criando junto com sua equipe, toda uma família de aeronaves multimissão, tais como os caças de superioridade aérea Su-30, e a versão embarcada Su-33 e o caça bombardeiro Su-34.

Pelas suas conquistas, Simonov recebeu duas menções honrosas da União Soviética pela contribuição científica – o Prêmio Lenin e a ordem da Red Banner of Labor. Em 1999, recebeu também o título de Herói da Federação Russa. Além disso, Simonov era professor do Instituto de Aviação de Moscou, membro da academias de engenharia da Rússia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora