O fim do Google Wave

A morte do google Wave:

http://www.engadget.com/2010/08/04/google-wave-flatlines-no-plans-to-fur…

Metablogagem ainda nao pegou pois 5 Nassifs trabalhando no mesmo projeto seria excesso de cozinheiro pra uma sopa so.

Que pena!  A ideia era fantastica mas tinha muitos niveis de complexidade que nao seriam facilmente trabalhados.

Por Savio

Que pena!

A Onda Acabou! O Google Wave Morre na Praia

Escrito em 05 agosto 2010 por Diogo Bedran and Marshall Kirkpatrick

 O Goave, o produto, plataforma e protocolo revolucionário para colaboração distribuída em tempo real não será mais desenvolvido ativamente e acabará depois do final do ano, segundo um recente anuncioda Google. 

Por que o Wave falhou? Talvez porque se você não chamá-lo de “email-killer” (e não deveria), então você tem de chamá-lo de “produto, plataforma e protocolo para colaboração distribuída em tempo real.” Isso é assustador e mostrou-se acessível para poucas pessoas. Ainda assim, havia rumores de que 100 engenheiros da Google estavam trabalhando no Wave até então, e houve também um convite há menos de um mês da Google para mais colaboração de engenheiros, com grandes esperanças – é um choque vê-lo chegar ao fim.

20100804 fhk2ejeuqt4tpu36iptsrx66j4 A Onda Acabou! O Google Wave Morre na Praia

O que é mais fácil de entender? O Google Wave ou a Cientologia?

Quando o Wave foi lançado, o respeitado analista de empresas Stephen O’Grady escreveu um post longorespondendo a perguntas sobre o produto. “Se o Google Wave é um sucesso,” ele escreveu, “significa que a Google será o fornecedor que define a experiência da próxima geração para milhões de pessoas, potencialmente dezenas de milhões de usuários em todo o mundo. Próximo a essa perspectiva, a ameaça do Google Apps não é nada.”

esse A Onda Acabou! O Google Wave Morre na Praia

Apesar de tudo a adoção das empresas nunca decolou. A Gartner pode ter antecipado algumas razões do porque em uma nota de pesquisa de Junho de 2009. Uma equipe de analistas argumentou que de lá argumentou que o Wave seria desafiado pela sua “grande agregação de recursos, o que pode assustar os usuários,” “dependência das mais recentes tecnologias de navegação na web,” e “provavelmente a sobreposição com múltiplas áreas em um ambiente empresarial de TI.”

“O Wave mostra que as ofertas de trabalho acabarão tendo que combinar os padrões da Internet com uma arquitetura federada e descentralizada,” continua a nota. “Independente do sucesso do Wave, a web acabará ganhando.”

Será que ainda sentimos isso? O Wave estava a frente de seu tempo?

Ele era muito confuso? O vídeo de demonstração de uma hora e meia lançado pela Google provavelmente não ajudou. A Gina Trapani, que editou o vídeo com partes menores dos destaques, depois escreveu um manual colaborativo sobre o uso do Wave.

Os defensores do serviço dizem que não foi tão complicado e que foi extraordinariamente poderoso. Talvez este insucesso deva ser marcado como outro exemplo de como a Google “não entende a web social” em termos de experiência do usuário ou evangelismo bem sucedido. Depois de uma explosão imediata do hype, nunca pareceu que a Google estava realmente exigindo e tentando o sucesso com o Wave.

Com o ReadWriteWeb, descobrimos que o Wave era muito útil como uma ferramenta de live blogging. Então estamos tristes em vê-lo partir.

Vai levar tempo para descobrir o que aconteceu exatamente, mas estamos um pouco surpresos em saber que acabou. Ele tinha muito potencial. Claramente, potencial é algo mais fácil de criar do que executar a questão em si. Esperamos que um dia esta visão dê certo.

http://readwriteweb.com.br/2010/08/05/a-onda-acabou-o-google-wave-morre-na-praia/

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome