Celulares básicos devem desaparecer em poucos anos

Jornal GGN – Dados da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) mostram que os smartphones somam 76% dos aparelhos usados no Brasil, segundo pesquisa divulgada no mês passado. Três a cada quatro celulares vendidos no Brasil são smartphones, o que mostra que os celulares básicos, que basicamente só fazem e recebem chamadas e enviam SMSs estão perto de desaparecer.

Este ano, foram vendidos, entre janeiro e maio, cerca de 28,2 milhões de celulares no país. O número representa crescimento de 8% em relação ao mesmo período do ano passado. Do total, 19,5 milhões (69%) eram smartphones, que podem baixar aplicativos, ao contrário dos aparelhos básicos, chamados de “feature phones”.

Já a partir do mês de maio, o volume de vendas de telefones inteligentes chegou à marca de 76% do total. Até o fim desse ano, segundo a Abinee, devem ser vendidos no país 64,9 milhões de celulares, sendo que 46,8 milhões (72%) serão smartphones. O celulares básicos devem fechar o ano com vendas que somam 18 milhões de unidades (28%).

Alguns fabricantes, como a Microsoft, que adquiriu a Nokia, já anunciaram a descontinuidade de aparelhos básicos para investir mais em smartphones. Outras empresas também anunciaram que o suporte e serviços para dispositivos básicos serão encerrados em no máximo 18 meses.

Com informações do Canaltech.

3 comentários

  1. Vou comprar mais um logo

    Como para mim estes aparelhos tem apenas as funcões de fone e msn, vou comprar mais um, já que o meu pode quebrar um dia destes e recuso-me a ficar como um idiota, passando o dedinho por sobre a tela o dia todo, como criança.

    Basta entrar em um metrô para sentir como é o problema. Todos olham os seus aparelhos, extasiados o tempo todo, buscando ligações de alguem que nunca ligará, vendo a mesma foto familiar/amigos/namorada/o, e na maioria das vezes as proprias fotos (como um Narciso). Estonteados ou talvez hipnotisados,  vendo a tela correr de um lado para o outro. Alguns jogam games e um grande parte ouve músicas,  junto com as buscas incessantes (dá um samba de estilo Paulo Vanzolin – Ronda).

    NImguem olha para alguem do sexo opoto que possa estar ao lado. Tambem não adiantaria nada, pois ele/ela estaria olhando para o seu “smathfone”, que de “smath” somente tem os fabricantes e seus altos lucros, já que os usuários não o são..

    Por Tutatis e por Belenos (estou optando pelos deuses do Obelix) é um loucura total!

    • Eu era como você, não

      Eu era como você, não entendia como todo mundo no metrô fica olhando o tempo todo para o celular. Até que adquiri um e também fico olhando o tempo todo pra ele só que meu foco é outro: livros. descobri que posso ler o tempo todo, em qualquer lugar (consultorio, fila de banco, de supermercado, etc) pela facilidade do tamanho e peso  e hoje chego a ler de 25 a 30 livros por ano. Bom né?

    • Perfeito, mas gostei tb do

      Perfeito, mas gostei tb do uso proposto pelo colega, leitura de livros! Mas é uma minoria, infelizmente!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome