Nokia compra Alcatel-Lucent para crescer no setor de equipamentos

 

Jornal GGN – A Nokia vai comprar a Alcatel-Lucent em um acordo composto exclusivamente de ações que avalia sua rival francesa de menor porte em 15,6 bilhões de euros (US$ 16,6 bilhões).

O objetivo da fusão, segundo a empresa, é fortalecer seu negócio de equipamentos de telecomunicações para competir com a líder de mercado Ericsson. O setor tem sofrido com perspectivas de crescimento fraco e pressão das empresas chinesas de baixo custo, como a Huawei e ZTE.
 
Com a junção, serão cerca de 114 mil funcionários e vendas totais de cerca de 26 bilhões de euros. No setor de equipamentos móveis, a joint-venture será a vice-líder no mercado, com participação global de 35% (Ericsson detém 40% e a chinesa Huawei, 20%).
 
A finlandesa dará a acionistas da Alcatel-Lucent 0,55 ação da companhia combinada para cada uma de suas antigas ações, o que resultará na posse de 33,5% da entidade por acionistas da Alcatel, caso a oferta pública de aquisição for aceita.
 
Houve um certo descontentamento por parte dos acionistas da Alcatel, que esperavam uma oferta parcial em dinheiro, porém, o acordo será finalizado no primeiro semestre de 2016 e a expectativa é a de 900 milhões de euros em economias de custos operacionais ao fim de 2019, segundo as duas companhias.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora