Quase 90% da telecomunicação do país está nas mãos de quatro empresas

Jornal GGN – Apesar de existirem mais de quatro mil empresas autorizadas no Brasil a prestarem serviços de telecomunicações no país, apenas quatro delas concentram 89,31% de todos os acessos. O dado consta em relatório divulgado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A lista leva em conta todas as tecnologias disponíveis para a transmissão de dados fixa ou móvel, além de TV por assinatura.

Apesar de já terem sido tomadas medidas para incentivar a concorrência, como as novas regras de tarifas para o valor da VUM (Valor de Uso Móvel), de forma a tentar baratear ligações entre operadoras diferentes, os dados mostram que ainda há muita concentração no setor de telecomunicações do país.

Das 4.291 empresas, as quatro maiores ficam com a maior fatia do bolo em termos de participação de mercado: a Telmex, que compreende a Claro, Embratel e NET, leva com 30,33%; A Oi, com 28,28%; Telefônica/Vivo, com 18,81%, e Vivendi (GVT), com 11,89%.

Com informações do Tecmundo e Anatel.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Das falsas equivalências no jornalismo ao discurso de ódio, Sylvia Moretzsohn analisa imprensa e redes sociais na TV GGN

10 comentários

  1. Privataria

    Se a uniao, na pessoa do ex-ministro Delfim Neto, nao tivesse tungado o dinheiro dos planos de expansao para fazer caixa no tesouro AO INVES de expandir a rede telefonica, nossa Telebras “privatizada” seria uma Petrobras. Isso ninguem fala.

    Também nao se fala que FHC zerou o passivo de linhas ANTES da privatizacao, que as empresas foram vendidas para explorar APENAS telefonia (e por isso tiveram lances muito baixos) e a rede de DADOS nunca foi licitada. Até hoje nao existe o serviço publico de dados, a pior agência criou duas meias-bocas (licenças de SRTT – nunca licitada, e SCM – para dar cobertura juridica a apropriaçao indevida das redes de dados da Telebras), nunca publicou o modelo de custos (e ja sao quase VINTE ANOS da privatizacao), as tarifas de interconexao sao um absurdo o que obriga as pessoas a terem chips de cada operadora porque é muito caro ligar de uma para outra, verdadeiros currais aliás, sob a vista grossa do órgao que deveria zelar pelo consumidor.

    Reforma tributaria o partido do sr Aecio teve a oportunidade de fazer mas nao fez, preferiu manter um cambio valorizado para garantia a re-eleicao, sendo que dizia que o PT promoveria a desvalorizacao, atitude que o proprio FHC tomou logo após assumir, ou seja, cometeu um engodo contra a populaçao brasileira.

    Compare isso com as ambulancias da operacao sanguessuga x o SAMU e as UPAs. O bolsa esmola que o FHC dava contra uma politica de estado de aumento da renda minima (bolsa familia e aumento REAL do salario minimo). Compare com a criaçao do CPMF para subsidiar a saude que foi uma bela droga em todo o governo do PSDB, contra a nao criacao de mais nenhum imposto e melhora das contas publicas dos 3 governos do PT

    Sr. Aecio, vá procurar um emprego na iniciativa privada e deixe a politica para quem sabe governar.

    • Você acha que ele consegue emprego?

      Avalia o currículo do Aécio… Formou em que mesmo?? Experiência profissional… Em que ele trabalhou mesmo? Vida social… hiii melhor nem comentar… Você acha que alguém com este currículo consegue emprego na iniciativa privada???

  2. o governo deveria avançar e

    o governo deveria avançar e estatizar o setor, pois agora não há monopólio mas um oligópolio formado por quatro empresas cuja política de implantação provém da era da privatria de fhc e suas leis que parece que não puderam ser mudada eremanescem pra impedir ações mais concretar, por exemplo , da anatel, que só depois de muita reclamação dos consumidores é que resolve exigir algo desas empresas.

    que agora, aliás, passaram a fazer suas vendas casada omo faziam anteriormente mas com um adendo – a tevê a cabo. quer dizer, elas mal disttibuem um serviço adequado na telefonia e na internet e passam a enfiar mais uma fria – problema para o consumidor!

    pra sair de uma delas para outra e depois outra só dizendo que tá desempregado – a mania dessas empresas inflarem as contas das tarifas dos usuários não tá no gibi, meu!

    • Porque faria? Foi o Governo

      Porque faria? Foi o Governo do PT que impulsionou a CONCENTRAÇÃO no setor ao alterar a Lei Geral de Telecomunicações para permitir a  fusão da Tele Norte Leste com a Brasil Telecom, de Daniel Dantas, patrocinando a criação da OI. ESTATIZAÇÃO está completamente fora de moda no mundo inteiro, não tem nenhum sentido, uma TELE estatal cairia na mão do Renan, do Sarney e do Cunha, nem na China e nem na Russia alguem sonha em estatizar qualquer coisa, o Mexico e a Turquia estão com grandes programas de privatização de energia eletrica e petroleo.

      Em todos os paises grandes e pequenos o setor de telecomunicações está entre duas e cino empresas no maximo, é o padrão mundial necessario, é inviavel um fracionamento dos sistemas de telecomunicações.

      • E F… o consumidor!!

         é inviavel um fracionamento dos sistemas de telecomunicações. E F… o consumidor!! Genial sua teoria…

  3. Gostaria de saber o que os

    Gostaria de saber o que os governos Lula e Dilma fizeram nesses 12 anos para que houvesse mais competição neste mercado.

    • Fizaram exatamente o

      Fizaram exatamente o contrario. O Governo LULA fez tudo para a Tele Norte Leste comprar a Brasil Telecom, mudou até a Lei Geral de Telecomunicações, que não permitia essa fusão. Como tem Santelmo por ai, acreditam em Cinderela.

  4. não bom né

    Em um contexto de guerra declarada, as comunicações podem ser suspensas o tempo que durar os atos hostis.

    O conteúdo das comunicações pode ter a vigilância facilitada, para a espionagem industrial, pela colaboração de poucas empresas ESTRANGEIRAS dominantes no mercado.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome