O reality tecnológico da Globo, por Marcelo Rubens Paiva

Do Estadão

 
Marcelo Rubens Paiva

Pode parecer a reunião do deque do Titanic, ou a orquestra, para salvar o navio que trombou com um iceberg (conhecido como Tecnologia da Informação).

Pode ser que há salvação para o aparelho dominante há oito décadas, a TV, mas que está a cada dia que passa mais encostada, em segundo plano.

Será no futuro jogada no depósito ao lado da secretária eletrônica e fax? A GLOBO quer saber.

E reúne em setembro na famosa casa do BBB um reality de nerds, o seu próprio HACKATON, maratona de 33 horas, dividida em 8 grupos, para criar soluções para o dilema:

“COMO A TECNOLOGIA PODE MUDAR A FORMA DE PRODUZIR E CONSUMIR CONTEÚDO?”

Qualquer um pode se inscrever:

http://hackathonglobo.com/

A proposta:

“Todos os nerds, digo, engenheiros e desenvolvedores, vão ficar confinados na casa do BBB até sair alguma coisa que preste. (Não é brincadeira, é sério!)”

Apresentado por Felipe Andreoli, os “brodnerds” terão acesso a todas as tecnologias possíveis (incluindo um Super Nintendo) e algumas APIs.

Uma banca de jurados vai escolher os melhores projetos.

Os prêmios, além da fama fugaz:

1º. Três dias imersos dentro do MIT Media Lab em Boston

2º. Kit de desenvolvimento (Raspberry PI, sensores entre outras coisas)

3º. Par de ingressos para o “maior show de rock do país”.

A TV sobreviverá à revolução tecnológica [mídias sociais, conteúdo on demand, games interativos, web]?

Alguém pode salvá-la?

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

6 comentários

  1. Vamos googlar e netflixar a globo

    A minha TV de LCD está parada, sem uso, apesar de ter TV à cabo! Não tem nada que preste lá para ver! Vou cancelar a minha assinatura de TV, assinar o Netflix e conectar a TV direto no computador e escolher as séries e filmes, videos e o que é melhor, sem ter que assistir à Globo e as propagandas chatas que passam na TV!

  2. “1º. Três dias imersos dentro

    “1º. Três dias imersos dentro do MIT Media Lab em Boston”:

    Os projetos “desenvolvidos” no Brasil vao ser comprados la por 2 dolares ou vao ser roubados mesmo?

    Eh que perguntar nao custa…

  3. Kkkkkkkkkkkkkkkk….
    É tão

    Kkkkkkkkkkkkkkkk….

    É tão criativo quanto recrutar talentos a partir do The Voice Brasil… 

    Algum the voicer vingou?

    Tudo para a GLOBO é fórmula e balão de ensaio…

    O estado da arte em tecnologia é muito mais do que isso…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome