Todo mundo gosta de séries!, por Gunter Zibell

Todo mundo gosta de séries!

por Gunter Zibell

Bom, talvez não tooodoo mundo, mas quase, né?

Tem séries, seriados, minisséries, series limitadas… Infantis, de suspense, de ficção, policiais, sitcoms, etc. Com arcos narrativos ou ‘cada episódio é uma estória’.

É difícil achar quem nunca tenha acompanhado uma, mais ainda agora, com a facilidade de acesso pelo Netflix ou Amazon Prime Video.

Quando eu era criança gostava muito de vê-las quando voltava da escola. Eu perdi a anotação, mas lembro que uma vez eu peguei uma folha de caderno universitário e fui listando todas as que conhecia. Lembro vivamente que fiz isso e que tinha completado a folha, ou seja, eu via pelo menos umas 30 séries!

Vamos lembrar de algumas aberturas ou músicas-tema?

Eu vou aproveitar meu níver hoje pra lembrar de sucessos de ontem e de hoje!

———————————-

I Love Lucy

Mission Impossible

Hawaii Five-0

The Pink Panther

The Munsters

The Addams Family

The Banana Splits

The Wild Wild West (James West)

Daktari

Thunderbirds

———————————-

Voyage to the Bottom of the Sea

Land of the Giants

The Time Tunnel

Lost in Space

I dream of Jeannie (Jeanni é um gênio)

Bewitched (A Feiticeira) 

The Waltons

The Flying Nun (A Noviça Voadora)

Vigilante Rodoviário

National Kid

———————————–

Star Trek

The Six Million Dollar Man (Cyborg)

Charlie’s Angels (As Panteras)

Get Smart (Agente 86)

Batman

Flipper

The Twilight Zone (Além da Imaginação)

Kojak

Columbo

Swiss Family Robinson

———————————–

The Monkees

Mad Men

Saving Grace

Modern Family

How to Get Away with Murder

Mary Tyler Moore

The Man from U.N.C.L.E.

Dr. Kildare

MASH

Tapas & Beijos

———————————–

(estou salvando de 5 em 5 por problemas de sinal precário, mas tentarei chegar aos 50! )

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

46 comentários

    • Oi Analu, tudo bem?

      É verdade, a maioria é de quando eu era criança. Depois, se o post ficar aberto para edição, eu coloco um lote das sáries atuais. Tenho um post no facebook com elas.

        • Então…

          Eu ainda estava fazendo umas atualizações, na próxima estariam: Bonanza / Guerra, Sombra e Água Fresca / Família Buscapé / Zorro / Papai Sabe Tudo / Família Do-re-mi.

          Mas a internet aqui é a manivela, acho melhor pôr mais coisas amanhã.

          Dessas que vc cita lembro de Kung Fu, as demais não assisti. Repare que até os anos 1970 nem todas as emissoras pegavam em todas as cidades.

           

          • Hogan’s Heroes

               Em ” Guerra, Sombra e Agua Fresca ” tem um episódio, no qual um POW explode um trem de munições apenas com uma caixa de fósforos + um cigarro – ação que na realidade aconteceu próximo a Dusseldorf em 1944.

          • Caro Aurélio
            Essa parte que

            Caro Aurélio

            Essa parte que você está contando não é do Stalag 17, de 1953?

            POW, seria Prisioneiro de Guerra?? Via Google.

            Saudações

  1. Ich!  Nao tem quase nada que

    Ich!  Nao tem quase nada que eu assisti!

    Antes de ontem eu tava na padaria e foi a segunda vez que vi uma mulher igualzinha Gloria Menezes conversando com um cara igualzinho Tony Ramos, ai tive que perguntar se eram netos ou sosias…  Eram os proprios!

    Feliz aniversario,Gunter!

  2. A grande diferença entre um filme que gostamos há 40 anos …..

    A grande diferença entre um filme que gostamos há 40 anos a séries é que o filme se assistirmos de novo vamos gostar, agora séries do passado como várias que estão listadas acima, nem conseguimos ficar ligados mais do que cinco minutos!

    Qualquer um faça uma lista de filmes de 1970 (mais ou menos 10 anos) e compare com as séries listadas anteriormente, para falar a verdade só assistiria umas cinco delas.

  3. Caro Gunter
    Muitas dessas

    Caro Gunter

    Muitas dessas séries assisti e assisto ainda hoje.

    Entre elas, A Pantera Cor de Rosa, Jornadas nas Estrelas, Além da Imaginação, Perdidos no Espaço, entre outras.

    Falta ainda Batfino, Wally Gator, Bybo Pai e Bobi Filho……

    Saudações

  4. Estou com 43 anos. Das

    Estou com 43 anos. Das antigas (rs) duas séries me marcaram = Terra de Gigantes e o incrível Hulk. Com Terra de Gigantes, até hoje me lembro de um dia que fiquei cheio de raiva porque o episódio foi interrompido por uma notícia trágica – a morte de Elis Regina, que na época eu não tinha a menor ideia da importância dela. E a do Hulk me faz lembrar minha querida e saudosa vó Ana. Ela só via Trapalhões e o Hulk – numa casa em que ela foi ter TV quase com 50 anos, família fugindo, no início dos anos 60, da pobreza do interior para SP. Quando passava férias na casa dela, a gentie via juntos. E eu não entendia a razão dela gostar dessa série. Eu adorava por causa dos efeitos especias – hoje defeitos especiais rss. E só depois de muito tempo entendia porquê minha vó gostava da série =  ao rever, percebi que era uma série que em muitos episódios tinha uma temática adulta – alcoolismo, bullying, aborto. Grande atuação do falecido Bill Bixby e do eterno Hulk Lou Ferrigno. 

    Das séries atuais, só consegui ver na íntegra três = Breaking Bad, Mad Men e The Crown. E só veria novamente Mad Men e The Crown. 

  5. 5-0

      A “releitura” atual comprova que a anterior era bem melhor , como a nova do Mc Gyver outra porcaria.

      E meu caro sagitariano, uma ocasião quando eu era pequeno, só para encher o saco dos outros, fui a uma festinha vestido de “inca venusiano”.

       Os abtigos vilões eram bem melhores que os supostos heróis.

  6. Do velho oeste, a Monaco

       ” Do velho oeste ele nasceu, entre bravos se criou, seu nome lenda se tornou Bath Masterson, Bath Masterson “

          E tem mais : Uma recordação de séries que não tiver Ivanhoé ( ” Cavaleiro destemido sem temor ” ), com o Roger Moore “de fraldas”……..é sacanagem, assim como a  ” Persuaders” ( Roger Moore & Toni Curtis ).

  7. Saudades.

    De você e das séries. Aqui vão algumas que me lembro agora e não vi mencionadas. A primeira que me veio de pronto foi ‘Suspense’, título nacional da série produzida pelo mestre do gênero, no original, Alfred Hitchcock Presents:

    The Cheney Vase (1955)

    [video:https://youtu.be/lN1IZNYzHM8%5D

    The Sorcerer’s Apprentice (1961) 

    [video:https://youtu.be/KyJ2UzI82V8%5D

    Depois veio a lembrança de uma série nacional, Alô, Doçura! Com John Herbert e Eva Wilma

    [video:https://youtu.be/5MT5tJRdeTY%5D

    E muitas outras:

    Quinta Dimensão (The Outer Limits, 1963)

    [video:https://youtu.be/BvbCOlyJQlY%5D

    Além da Imaginação [The Twilight Zone]

    [video:https://youtu.be/L3WkHghczXk%5D

    Charlie Chan – essa nasceu no cinema e foi levada para TV – O Gato Chinês 

    [video:https://youtu.be/Xo7-SAOkPLQ%5D

    Jet Jackson [Captain Midnight] 

    [video:https://youtu.be/3DjL8tsbwxE%5D

    Patrulha Rodoviária [Highway Patrol], com Broderick Crawford

    [video:https://youtu.be/veNSckLkEkk%5D

    O Homem de Virgínia (The Virginian)

    [video:https://youtu.be/N5SqQwjG9Ps%5D

    Maverick 

    [video:https://youtu.be/k_DQC3iaWbg%5D

    77 Sunset Strip

    [video:https://youtu.be/WrrcSieqMH8%5D

    The Fugitive

    [video:https://youtu.be/QSnfemLQz68%5D

    Peter Gunn 

    [video:https://youtu.be/YaMlsgijzuM%5D

  8. bem-vindo de volta, Gunter…

    e de forma muito legal

    das séries que eu mais gostava quando jovem, em primeiro lugar Bonanza

    isto depois de ter acompanhado pelo rádio Jerônimo o Herói do Sertão

    • Viva! Mais um Matusalém que lembra de Jerônimo

      E do Anjo, vc lembra? Vinha logo antes na programaçao. Era na Rádio Nacional, acho (nao tenho certeza).

  9. A melhor de todos os

    A melhor de todos os tempos:

    NATIONAL KID 

    Caracas! toda hora tinha uma coisa que ia acabar com a terra. Se não era o Celacanto, era maremoto. Se não eram os Incas Venuzianos, eram os Seres Abissais…

    Levante a mão quem não fez um okay com as mãos e invertendo colocou nos olhos para “imitar” a máscara do National Kid ?

     

  10. Sou serieólatra.

    Dos anos 70 gostava das séries de detetives particulares

    Barnaby Jones – o velhote cujo parceira era a nora.

    Cannon – com Willian Conrad, baixinho, gordo e careca…

    Ironside  (Têmpera de Aço com Raymond Burr)

  11. Acho que poucos se lembram de COLUMBO, década de 1960

    Um seriado até hoje incomum.

    Primeiro porque o protagonista era um detetive vesgo, baixinho e pentelho (Columbo, representado por Peter Falk), sempre desarrumado e com sua capa.

    Depois porque não havia segredo ou mistério de qual era o crime ou quem era o criminoso, sabia-se logo no início de cada episódio, ao inverso da grande Agatha Chstiie.

    A trama era exatamente ao contrário: como Columbo desvendaria o crime e o criminoso, pentelhando o suspeito até pegá-lo de jeito.

    Para mim, fã de filmes policiais (os ingleses são ótimos), um dos melhores de todos os tempos.

     

  12. Salve o Gunter, velho amigo de guerra!

    Quem é vivo sempre aparece.

    Bom vê-lo aqui outra vez, Gunter.

    Eu também via algumas séries quando criança. Agora não mais. Desconheço todas que todo o mundo fala atualmente.

    Em compensação, muitas daquelas que eu via, parece que a maioria desconhece. (tirando o Almeida que, pelo visto é aproximadamente meu contemporâneo).

    Pelo menos não foram citadas aqui.

    Lá vai:

    – Rin-Tin-Tin;

    – Lassie;

    – Lanceiros de Bengala;

    – Século XX;

    – Falcão Negro (ao vivo com Gilberto Martinho)

    Entre as já citadas:

    – Patrulha Rodoviária;

    – Suspense;

    – Bat Masterson;

    – Wyat Earp;

    – Papai Sabe Tudo;

    – Além da Imaginação; (essa não me lembro muito bem)

    Como diz a Anarquista Lúcida, lucidamente, são séries do tempo em que os animais falavam…. ou voltaram a falar… já que muito antes, muito antes mesmo, Esopo já tinha reunido um bocado de “episódios” naquilo que chamou de fábulas… que bem poderiam dar uma boa série…

     

     

     

    • Nobel (mostra que o Afeganistão é aqui)

      Disponível na Netlix produzido pela TV pública da Noruega. Titubiei em assistir pensando tratar-se de mais um filme guerra do ocidente x oriente muçulmano, mas surpreendeu pela qualidade da temática.

      A gente (brasileiros) se sente na série quando o tema passa pelo disputa do petróleo no norte do Afeganistão. O modelo tucano-Temer (deixando a senzala de fora da partilha) x o norueguês (que tornou o seu povo o mais rico do mundo durante algum tempo). Em torno disso, conspirações diversas, com alguns episódios de tirar o fôlego.

    • Olá Cafu, tudo bom?

      Não conheço essa, parece interessante. Mas se é HBO só deve estar em TV por assinatura… No momento só tenho acesso a Netflix e Amazon Prime Video.

  13. Séries excelentes

    Agente 86 e MASH, já citadas acima são duas séries espetaculares, onde se ria muito e também faziam refletir (Agente 86, apesar do humor escrachado, tinha ótimas tiradas sobre o clima político da época da guerra fria).

    Mas me lembro de várias outras ótimas séries que de vez em quando garimpo na internet, tais como Daniel Boone, The Love Boat, Cheers, Seinfeld, A Ilha da Fantasia, James West…

  14. Seriado “O Priosioneiro”

    Era um seriado muito maluco, sobre um ex-expião, que foi apriosionado, pelos seus conhecimentos das falcatruas das políticas mundiais, em uma ilha onde tudo era super moderno e de onde era impossível fugir, apesar de parecer não haver nenhum aparelho repressivo para impedir fugas. As estórias eram basicamente para tentar quebrar o espírito do ex-agente, com reviravoltas muito interessantes no final.

  15. Minhas favoritas sempre

    Minhas favoritas sempre foram: Perdidos No Espaço, Jornada Nas Estrelas, A Feiticeira, Terra de Gigantes, O Túnel Do Tempo, A Mulher Biônica, Planeta Dos Macacos (só teve uma temporada), Os Monstros e Jennie. O interessante é que, enquanto todo mundo gostava de As Panteras e Baretta eu não. Aliás a primeira eu não gostava e a segunda eu nunca assisti. Quanto à música a minha favorita é de uma séria que nunca assisti: Missão Impossível.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome