Coronavírus: metalúrgicos do ABC prometem paralisação, caso empresas não parem até dia 30

Após pressão do Sindicado, diversas empresas anunciaram a paralisação das atividades a partir desta segunda-feira, 23 de março

Foto: Divulgação/Honda

Jornal GGN – Com a propagação do coronavírus, os metalúrgicos do ABC pressionam o fechamento das fábricas na grande São Paulo. Em comunicado, publicado no último dia 19, os trabalhadores foram incisivos e prometeram que se nenhuma medida neste sentido for adotada até 30 de março, eles irão promover a paralisação.

Um dia após o comunicado, 20 de março, diversas organizações divulgaram que as atividades serão interrompidas. De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC a Volks, Mercedes, GM, Toyota e Ford Camaçari pararam as atividades nesta segunda-feira. A Renault para na quarta-feira. Já a Scania, Bosch, Fiat, Man, New Holland e Volvo irão iniciar a paralisação em 30 de março. Confira o comunicado do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Coronavírus: Ou as empresas param até dia 30, ou nós paramos as empresas

Preocupado com a pandemia do coronavírus, o Sindicato encaminhou ao Sinfavea e ao Sindipeças a reivindicação de paralisação geral das montadoras até o dia 30.  Nesta quinta-feira (19) oficializaremos a mesma exigência aos demais sindicatos patronais da cadeia automotiva.

Não adianta uma empresa parar e a outra não, já que muitas empresas fornecem para mais de uma montadora. O trabalhador não vai pagar mais este pato. Ou as empresas param ou nós pararemos as empresas.

Direção do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador