Poderoso terremoto atinge a costa turca e as ilhas gregas

O número de mortos deve aumentar, principalmente na cidade turca de Izmir, onde ao menos 20 prédios desabaram. A cidade abriga 4,5 milhões de pessoas.

Jornal GGN – Pelo menos quatro pessoas morreram e 120 ficaram feridas depois que um forte terremoto no Mar Egeu derrubou prédios na cidade turca de Izmir e danificou várias ilhas gregas. O terremoto teve cerca de 7,0 em magnitude e aconteceu às 14h51 desta sexta.

O número de mortos deve aumentar, principalmente na cidade turca de Izmir, onde ao menos 20 prédios desabaram. A cidade abriga 4,5 milhões de pessoas.

O epicentro foi cerca de 17 quilômetros da província de Izmir e a oito milhas da ilha grega de Samos, em uma profundidade relativamente rasa, de cerca de 10 milhas.

A agência de gestão de desastres e emergências da Turquia colocou a magnitude abaixo do US Geological Survey, em 6,6, enquanto o Centro Sismológico Europeu-Mediterrâneo disse que o terremoto teve uma magnitude preliminar de 6,9.

Danos significativos também foram relatados em Bornova e Bayraklı, tweetou o ministro do interior turco, Süleiman Soylu.

A mídia grega também relatou quedas de rochas e alguns danos na ilha de Samos, que abriga 45 mil pessoas e onde a maioria dos prédios é baixa. Os residentes locais foram instados a ficar longe das áreas costeiras em caso de uma onda ou outros tremores, disse Efthymios Lekkas, chefe da organização grega para o planejamento antissísmico, à Skai TV.

Imagens não verificadas nas redes sociais também mostraram água do mar inundando a cidade costeira turca de Seferihisar e várias ilhas gregas.

Mazlum Vesek, repórter do jornal local Ege Telgraf em Izmir, disse ao Guardian que visitou o pronto-socorro de um hospital e contou dezenas de feridos.

Leia também:  Com risco de rompimento de barragem da Vale, moradores de Barão de Cocais precisarão mudar

Vesek disse que estava descendo a rua quando o terremoto aconteceu e “o chão virou sob meus pés como um tapete”, disse ele, compartilhando fotos e vídeos de pessoas gritando e tentando retirar sobreviventes de um dos blocos de apartamentos destruídos da cidade.

“Não há números de mortes e vítimas ainda, mas a esperança de não haver nenhum é muito baixa olhando para os prédios desabados aqui no [bairro mais atingido] Manavkuyu”, disse ele.

“As pessoas estão nas ruas porque não querem entrar.”

Operações de busca e resgate estão em andamento na província de Izmir, com a televisão turca transmitindo imagens dramáticas de residentes usando motosserras para cortar os destroços de prédios desabados enquanto gritava para que os curiosos ficassem quietos para que pudessem ouvir as pessoas presas dentro. Pelo menos uma mulher parece ter sido resgatada viva dos escombros até agora.

Alguns tremores também foram sentidos em Istambul, a maior cidade da Turquia, a cerca de 500 km de distância, e em Atenas, a capital da Grécia, embora nenhum dano tenha sido relatado em nenhuma das cidades, e em lugares tão distantes quanto a Bulgária.

A Turquia tem várias falhas geológicas ativas. O mais devastador da história recente foi um terremoto de magnitude 7,4, que atingiu a região oeste de Mármara em 1999, deixando mais de 17.000 mortos.

Com informações do The Guardian.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome