Contran aprova novo modelo de placa para carros nacionais

Jornal GGN – A partir de janeiro de 2016 os carros brasileiros terão um novo modelo de placa. O padrão foi aprovado pelo Contran e a decisão foi anunciada ontem (4) pelo Denatran. Ao contrário dos modelos atuais, a nova placa terá quatro letras e três números – hoje são três letras e quatro números – o que aumenta o número de combinações possíveis. O modelo foi desenvolvido conjuntamente por Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela. A frota atual não precisará mudar de placa. Elas serão obrigatórias apenas para veículos novos.

Enviado por Giovane Borges

Carros brasileiros terão nova placa em 2016; conheça modelo

Por Felipe Moreno

Do InfoMoney

Não haverá necessidade de trocar as atuais placas, sendo que as novas serão obrigatórias apenas para veículos novos, transferidos de munícipio ou com troca de categoria

SÃO PAULO – Os carros brasileiros terão um novo modelo de placa a partir de janeiro de 2016, anunciou o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) nesta quinta-feira (4). O novo modelo, que segue o padrão dos países do Mercosul, foi aprovado por unanimidade pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito). 

Não haverá necessidade de trocar as atuais placas, sendo que as novas serão obrigatórias apenas para veículos novos, transferidos de munícipio ou com troca de categoria. Com 4 letras e 3 números, são 450 milhões de combinações possíveis, contra 175 milhões do atual modelo. As placas terão as mesmas medidas, de 40×13. 

Agora, haverá um fundo branco com letras pretas, com uma faixa horizontal azul em cima, com o emblema do Mercosul e a bandeira brasileira. O novo modelo conta com algumas especificações de segurança que devem facilitar a identificação de placas falsas.

Agora, a categoria do carro será explicitada pela cor das letras e números. O preto representa o carro particular, enquanto o vermelho o comercial. Verde claros são para carros especiais, enquanto o azul é para oficial e laranja para diplomático. Roxo claro indicarão carros de colecionadores. 

O modelo foi desenvolvido conjuntamente por Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela e deverá ter aceitação nos outros países também. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome