Após elevação de impostos, Petrobras aumenta preço dos combustíveis

gasolina_alexandre_carvalho_a2img_0.jpg
 
Foto: Alexandre Carvalho/A2img
 
Jornal GGN – Depois da decisão do governo de Michel Temer de aumentar as alíquotas do PIS/Cofins que incidem sobre os combustíveis, a Petrobras resolveu fazer mais um reajuste no preço do gasolina e do diesel. 
 
No último sábado, a gasolina teve aumentou de 1,4% e o diesel de 0,2% nas refinarias. A estatal adotou uma nova política de preços que prevê reajustes frequentes, e, desde então, a gasolina tem queda acumulada de 1,28% e o diesel tem alta acumulada de 2,85%. 
 
Nos postos
 
O aumento nas alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina, diesel e etanol começou a ser sentido logo após a decisão do governo Temer. 

 
De acordo com a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis), o aumento começou a ser repassado pelas distribuidoras a partir da sexta-feira (21). 
 
O PIS Cofins que incide sobre a gasolina mais que dobrou, saindo de R$ 0,38 para R$ 0,79 por litro. Caso o aumento dos tributos sejam repassados na íntegra para o consumidor, o litro da gasolina deve ficar R$ 0,41 mais caro.A Agência Nacional de Transporte de Cargas (ANTC) estima que o aumento do imposto poderá gerar uma elevação de até 4% no preço do frete.
 
Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

5 comentários

  1. após…..

    Devemos ser o escárnio do Planeta. É surreal. Creio que sejamos o único país do Mundo onde o próprio governo impõe uma Politica de aumento artificial de preços e a manutenção destes preços. A manutenção das notas de investimentos de Estatais para garantia de dinheiro estrangeiro. Ao invés de produzir este dinheiro com a produção industrial destas Estatais. Como podemos ser tão imbecis?! Até ontem não tinhamos uma Petrobras. Pequena produção de petróleo. Tudo era culpa da importação e custo dos combustíveis. Inflação, pobreza, mortandade dos peixes….Descobrimos uma “Arabia Saudita” no mar. E continuamos a nossa saga de escravidão Para que Empregos? Para que Desenvolvimento? Se nossas Elites só precisam de Exportaçao e Cargos Estatais e Públicos para a manutenção do controle destas riquezas, e manter a sociedade bovinamente no seu devido lugar. Quem precisa trabalhar, estudar e se desenvolver é este idiota que não nasceu na Corte Tupiniquim. Este sim precisa de desenvolvimento da Economia e da Indústra para a modificação e revolução na sua vida. A Corte Tupiniquim só precisa que cortem o Pau Brasil ou retirem o ouro das minas gerais e entreguem para a Inglaterra. Deixem que os ingleses façam sua Revolução Industrial. Nós perpetuaremos nossas Capitanias Hereditárias. É inacreditável, estamos na mesma imbecilidade e 1617, 1717, 1817… em 2017. Que aumente impostos e petróleo. Quem precisa viver?!   

  2. É bom pra aprender

    Pra um povo que quase destruiu o país em manifestações de 2013, por causa de 20 centavos numa passagem de ônibus, nada mais justo do que 40 centavos de aumento no litro do combustível. E agora, ai de quem manifestar reclamando.

    Sei que o povo sofrerá muito com este aumento, mas pelo menos agora a nossa classe média coxinha será atingida em cheio no bolso.

  3. A estupidez da politica

    A estupidez da politica economica não tem limites. Preferem uma medida absurda que tem um efeito PSICOLOGICO  negativo monumental na economia para arrecadar R$5,1 bilhões, esse é o objetivo declarado.

    Na ausencia de corte de supersalarios que já são mais de 20.000 na folha do Tesouro, bastava emitir R$5 bilhões em papel moeda, o meio circulante  está estagnado há dez anos em torno de R$220 bilhões, mais R$5 bilhões não faz nem coceira e evitaria esse aumento burro e destruttivo que afeta as expectativas economicas  de forma devastadora.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome