Recado do Nassif: os últimos vagidos de Bolsonaro

O país caminha para a ingovernabilidade. Aguarda-se o próximo lance de Bolsonaro

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Estudo mostra que Bolsonaro e Moro usam maquinas de manipulação de redes sociais

18 comentários

  1. Nassif: você tá se esquecendo que os animais irracionais, quando acuado, viram feras. Semelhante situação pode acontecer com daBala. Não é bobo. Nem nasceu ontem. E ainda tem três pitbulls na guarda (fora o Queiroz). Não se pode substima-lo. Até porque, é cria de um mal maior, os VerdeSauvas. Você conviveu o tempo da praga. Viu como ficou a lavoura brasileira. E agora, com conluio do Mossad e da CIA são capazes até mandar invadir o Paraguai, novamente. Estes sim, são perigosos. Verdadeiro Poder das Sombras, a assustar (de major pra cima) e martirizar todo um povo, só pela satisfação de sentirem-se realizados. Por isto o cuidado, porque “os últimos vagidos” de um pode se transformar no rugido sanguinolento do outro. E os caras adoram derramar um sangue alheio…

  2. Eu concordo com esta analise.
    Gostaria de chamar a atenção sobre 2 possibilidades. Este isolamento do clã pode deflagrar outra estratégia que é estimular a violência no protestos para desacredita-los. Sobretudo no Rio de janeiro com ajuda da milícia, isso já foi feito em 2013.
    Há a possibilidade tb disto se tornar um confronto armado de grande proporções e da necessidade da intervenção do exército que não tem capacidade bélica de resposta. Não preciso nem comentar que o governador carioca parece já estar preparando o terreno pra isso.
    Desta situação podemos ver a eminencia de uma ditadura institucionalizada, sob o argumento de controlar a violência que irá se instaurar.
    A bem da verdade, as milicias não são um grupo homogêneo, nem grande suficiente, dentro ou fora do rio.Mas a situação pode tomar este contorno.

  3. Só tem um problema, o povão que votou e aprova Bolsonaro continua tão desinformado e fanático quanto antes. A argumentação agora é que não estão deixando o miliciano estúpido governar. A imprensa brasileira tanto fez que conseguiu transformar um bandido incompetente em herói. E tem mais, para essa parcela da população vale tudo para matar o PT e o Lula.
    O fim da tragédia brasileira vai demorar. Os milicianos tem bastante gás para respirar ainda porque a Globo, acostumada a por e tirar governos conforme os seus interesses e os interesses para quem vende o seu lobby, já não atinge os fanáticos “bolsominions” como atingiu no passado os “colloridos”.

  4. E tem um detalhe importante. O seu Vice vai participar nos próximos dias de um e vento de grande repercussão na China. E o presidente Chinês disse que irá recebe-lo. Como hoje esse país é o principal parceiro comercial pela lógica não deveria ser o Presidente que deveria participar?
    Isso para mim já demonstra em aue lado o mercado está.

  5. o tal do impeachment para dar vez a mourão
    ode deixar as coisas como estão ou poden piopar ainda mais…

  6. ui dizer é ue a mudança de uma extrema direita para uma direita nãomelhora muitopara a maioria do povo brasileiro...

    o que eu

  7. Está muito fácil canalizar a insatisfação da população com o Bolsonaro em prejuízo da própria população e em benefício dos pilantras. É que as mobilizações e insatisfações populares não são contra o sistema, mas contra o Bolsonaro. Em sendo assim, basta fritar o Bolsonaro, substituí-lo pelo Mourão ou outro Ogro qualquer, e empurrar goela abaixo da população as medidas anti-populares que o Bolsonaro não tá conseguindo impor. Em 2013, a direita mais atrasada conseguiu se apropriar das mobilizações e usar a população popular em seu favor, inclusive para promover o golpe mídiático-jurídico-parlamentar.

  8. o que eu quis dizer é que tem de mudar para outro
    governo governo que tenha politica de inclusão social,
    isto é, um governo
    mais de centro-esquerda como na era petista…

  9. tem de mudar para outro
    governo governo que tenha politica de inclusão social,
    isto é, um governo
    mais de centro-esquerda como na era petista…

  10. Minha percepção sempre foi que estávamos diante de um clã muito perigo, porque têm um projeto de poder familiar. Tenho também muito receio de eles partirem para a violência aberta quando se sentirem acuados. Não tenho dúvidas que fazem um trabalho de cooptação das forças de repressão para essa aventura louca e acho bastante viável insuflarem a “massa” bolsonariana para confrontos armados. Isso me amedronta! Primeiro, porque eles não têm compromisso com a Nação e seu povo. Segundo, porque são arrogantes e se acham acima da lei. Terceiro, porque não enxergam saída fora da violência… É vigiar e lutar!

  11. Caro Nassif e comentaristas em geral (especialmente a Vera Venturini)
    Bolsonaro está perdendo por completo a pouca base que ele possuía.
    Havia e ainda há na cabeça de muitos que Bolsonaro tem uma base sólida nas polícias militares. Já falava nisto há quase um ano, mas muitos dos artigos sobre isto foram simplesmente deixados de lado e não colocados em destaque pois assuntos da semana, que eram replicados em dez ou mais artigos sobre o mesmo assunto eram priorizados, mas para não ficar falando no passado, que é a preferência de todos, vamos a alguma tentativa de projeção do futuro.
    .
    Primeira observação: Bolsonaro nunca possuiu, fora das patentes inferiores das forças armadas e nos quadros das polícias militares, uma base eleitoral sólida.
    .
    Segunda observação: O maior apoio de Bolsonaro foi um apoio episódico para não eleger o PT, que retiraria Lula da cadeia e seria muito mal para os negócios, pois nada é ideológico, tudo é uma questão de avançar sobre o patrimônio público para tentar recuperar uma parte do Imperialismo Norte Americano da imensa crise que estão metidos e por medidas paliativas do Trump vem sendo postergada para, se possível, até a sua reeleição. Olhem a situação internacional, pois tudo está ligado.
    .
    Terceira observação: A base que falei na primeira observação, está se esvaindo rapidamente, simplesmente porque as promessas de Bolsonaro para os policiais militares e civis, estão sendo bloqueadas pela inadimplência dos estados, logo mais alguns meses só restará ROBÔS dando apoio a ele.
    .
    Quarta observação: O governo de Bolsonaro, JÁ CAIU, por motivos que explicarei na quinta observações, entretanto a derrubada terá que ser feita pelos seus aliados e se o PT não entrar nesta farsa, terá que ter apoio do próprio PSL. O que estão fazendo é combinando com alguns eleitos do PSL, que tem vida própria de colaborarem na derrubada de Bolsonaro.
    .
    Quinta observação: O atual governo se mostrou ABSURDAMENTE INCOMPETENTE, os “famosos ministros” Sérgio Moro e o Guedes, que eram as grandes esperanças do governo, estão se derretendo como um sorvete na praia, e todas as trapalhadas que estão fazendo, por não terem a mínima noção de Política (com um P maiúsculo) não sabendo o que é uma correlação de forças e o que não se faz quando esta correlação está mudando de lado, torna URGENTE a deposição de Bolsonaro. (ver próxima observação).
    .
    Sexta observação: Quando Bolsonaro e seus elementos mais a direita, procuram radicalizar o discurso, o discurso é radicalizado e POLARIZADO, ou seja, quanto mais a direita for o discurso do atual governo, mais a esquerda será a sua oposição, isto cria um impasse que já deve estar sendo analisado por alguém que tenha cabeça na direita, pois a cada mês do governo Bolsonaro, mais a opinião pública e as reações se tornam mais violentas.
    .
    Sétima e mais importante das observações: O tempo de tentar um auto-golpe já passou, as bases militares do Bolsonaro estão enfraquecendo, policiais civis já falam em greve, e TALVEZ se começar uma greve branca (como a do Espírito Santo) de alguma corporação da polícia militar de algum estado importante levará o país ao caos. Caindo o exército também em descrédito.
    .
    Oitava observação: Se o PT não cair no Canto da Sereia e fazer a besteira de apoiar um impeachment contra Bolsonaro, ele será derrubado pelo próprio PSL, desmoralizando toda a direita e extrema direita e colocando nas mãos do PT, de novo, o destino do país.

  12. Minha cara Vera.
    Não existe este “povão”, existe sim um povo que foi totalmente confundido por esta “elite de esquerda” que não tem o mínimo sentido de estratégia.
    Logo ficar falando “povão” é de uma petulância pequeno burguesa espantosa.

  13. Essa visão que a Vera Venturini tem do momento – provavelmente – deve-se ao fato de que ela não acompanha o que expressam os que ajudaram a eleger o Bolsa (talvez para não se contaminar, o que é uma bobagem). Eles estão ou calados ou francamente desiludidos. Os poucos que ainda apoiam essa bobagem de governo é por acreditar em colher frutos em curtíssimo prazo.

  14. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome