TV GGN: A ofensiva da Policia de Witzel sobre os Bolsonaro, por Luis Nassif

Disputa política é o único fator que permite avançar no esclarecimento de crimes

https://www.youtube.com/watch?v=luCOhNKwWew&feature=youtu.be

7 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Airton Pinto

- 2019-12-25 17:13:01

O que Moro quer é ser exonerado pelo Chefe, para posar de excelência em combate à CORRUPÇÃO. Ele pode ser o candidato dos poderosos, sem as pautas moralistas

GILMAR ANTONIO MORONI

- 2019-12-19 21:16:41

Realmente NASSIF, a dona Carmem é a verdade do povo humildade do Brasil... Forte, inteligente e fraterna.

Andre-Luiz

- 2019-12-19 18:25:33

http://www.iesp.uerj.br/nota-de-pesar-alba-zaluar/?fbclid=IwAR3B8RvCfWtzFf6NSF3pzW2M_uzpwr2EELZzNRRPs0JsecdidcKrxD5Hz9U Alba Zaluar - partiu fora do combinado. Nassif. Não encontrei outro local para compartilhar a triste notícia. Perdão pelo assunto fora de pauta.

peregrino

- 2019-12-19 15:02:45

Quanto a ofensiva da polícia, mistério nenhum e sempre muito bem-vinda... porque a verdade de certos grandes crimes vem desde antes da sua prática ( o antes e o depois da morte que apontam para um assassinato sob encomenda ) o ganho político vem do conhecimento pleno, do conjunto de informações confirmadas antes e depois

joel lima

- 2019-12-19 11:21:08

De um lado, Carmem Silva é perseguida implacavelmente por esse reacionarismo jurídico que toma conta do país e do outro a esquerda petista de SP se afastou de gente dessa qualidade - lembremos que esse perfil de Carmen é o mesmo de Erundina, a primeira grande vitória eleitoral do PT - e hoje o partido encara, às portas da eleição municipal, um deserto de nomes pra eleição de prefeito. O PT da cidade de São Paulo se arrisca a ter uma votação pior do que em 2016. Há tempos o PT se encastelou numa burrocracia que não dá espaço pra gente como Carmem Silva.

nilo filho

- 2019-12-19 10:37:58

Há condescendência com Moro, sua atuação como "juiz" e com a operação Lava Jato. Por exemplo, está nunca teve por objetivo combater a corrupção MAS sim de perseguir inimigos políticos. É oportuno recorda-se a Nota Pública da Associação Juízes para a Democracia - ADJ, publicada em 07/03/2016: "Não se combate corrupção corrompendo a Constituição"

José Ribeiro Jr

- 2019-12-19 08:05:49

Não sei se vc comentou (ainda não ouvi a live), mas não se pode deixar passar em branco o vazamento da informação da operação ao presidente, que dias antes andou alardeando que seus filhos seriam "vítimas de novos ataques". Como se vê, a milícia está enraizada também no MP fluminense.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador