TV GGN: quais são as medidas jurídicas e humanitárias do caso Bolsonaro?

Se for deposto por insanidade, não poderá ser processado e preso. Além de fortalecer a linha mais ortodoxa da psiquiatria

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  iDeclatra lança 'Relações Indecentes', artigos que analisam a série 'Vaza Jato'

3 comentários

  1. Há um padrão na aparente insanidade.
    1. Ele joga c a possibilidade de o vírus ser menos letal no Brasil, até por conta das medidas q ele critica; o q ele busca é poder apontar uma relativa baixa letalidade do corona, para dizer q tinha razão, que era “histeria”;

    2.ele se isenta dos efeitos econômicos da crise, na base do “isso é histeria”; não vai propor as medidas necessárias neste momento e depois vai

    faturar em cima da crise, dizer q “tinha razão”;

    3. Nesse momento (daqui uns meses) terá a seu lado o gado de sempre, somados aos q não serão capazes de analisar os fatos somados ao pessoal da grana, q ele saberá cortejar c “medidas duras e necessárias para combater os efeitos da histeria”, somadas às “reformas” de sempre……

    Acho q ele sabe o q está fazendo, numa jogada arriscada e cruel. Mas q pode funcionar. Acho q é preciso pensar nisso na hora de combate-lo.

  2. Um completo imbecil na presidência.
    Enorme perigo para a democracia e para a vida.
    Não há no mundo inergumeno maior.

  3. Muito rica a participação e os comentários feitos pelas duas profissionais na discussão das questões jurídicas e referentes ao campo da saúde mental quanto ao tema da “Interdição civil” ou Curatela, conforme esclareceu a Procuradora.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome