TV GGN: O caso Adélio, o atentado da década continua um caso mal explicado, por Luis Nassif

Muitas questões não foram respondidas até hoje, aumentando as suspeitas de uma conspiração.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  TV GGN: Aproxima-se a hora do confronto final, por Luis Nassif

44 comentários

    • Dúvidas:
      1- Pra que confiscaram os celulares das pessoas que filmaram ? Se fosse real o fato e não fale, não seria preciso o confisco

      2- Há um vídeo em que seguranças pedem pra Adélio aguardar um pouco tipo : agora não

      ……..

      6
      1
  1. Esse caso lembra muito com as devidas diferenças do caso Kennedy que até hoje é nebuloso e sem uma solução definitiva, Adelio deve dia desses morrer na prisão.

    • Vou tentar compreender a lógica do Nassif:
      1- O Adélio foi contratado pelo próprio Bolsonaro para esfaqueá-lo, pois se sobrevivesse, seria presidente.
      2- O comandante moribundo do Exército queria matar o Bolsonaro e dar um golpe semelhante ao de 64, para, no poder, comprar triplex e tomar vinho Romanné-Conti.
      Acho que a resposta certa é a de número um, pois Bolsonaro elegeu-se e ainda ganhou uma licenças médicas para cuidar-se.
      Independentemente da resposta, a esquerda naaaada tem a ver com isso.
      João Duarte matou João Pessoa, governador à época, e isso foi estopim da revolução de 1930, que pôs Getúlio no poder.
      Marielle foi uma das 15 mil pessoas que morrem por ano no Rio de crimes violentos, incluídos cerca de mais de uma centena de policiais. Deu no que deu…..
      Agora imaginem se a facada tivesse Haddad ou Lula como endereço… eu ficaria surdo de tanto mimimi.

      • Cardosão, você viu algum sangue na camisa do Jair? Viu algum rasgo em sua camisa? Ele sempre usa colete à prova de balas e tem uma milícia que o cerca para onde ele vai. Por que ele não usava nada no dia? Por que os seguranças não viram aquele cara com cara de retardaddo e visivelmente fora dos eixos se aproximar e dar a facada? Minha dúvida é esta. Como tudo aconteceu?

        3
        2
  2. Eu concordo com as linhas gerais da explanação do jornalista Luís Nassif contidas neste vídeo, que vale muito a pena ser assistido, é curto (menos de 8 minutos). Mas valeria muito a pena ponderar sobre a grande importância do “acidente” aéreo que vitimou o ministro Teori Zavaski em 19 de janeiro de 2017, dois anos antes. Para mim é a grande chave explicativa para o advento desses tempos escabrosos que culminam com a eleição do Koisa e a projeção política do ex-juizeco de Curitiba. Em 2017, a Farsa-jato estava já no auge midiático, seus operadores apareciam como infalíveis, sem máculas, sem pecado (lembram do “dá-lhe Moro”?) e Teori na época presidente do STF era uma voz distoante desse espectro avassalador. Basta verificar alguns dos diálogos vazados The Intercept Brasil. O Koisa ainda não estava em cena ou sua projeção naquele momento de 2017 era nula, pois a direita sebosa e ultra-direita (mídia, empresariado, agronegócio, banqueiros) apostavam suas fichas em Geraldo Alckmin, que no entanto não decolava por ser “excessivamente paulista”, vale dizer, “seu focinho era muito rígido, sem mobilidade e jogo de cintura”. Sem este evento do acidente aéreo, creio eu, nem mesmo o tal atentado do Adélio seria possível de acontecer..

    19
    1
  3. Outro efeito colateral nada desprezível foi o de justificar a ausência do sujeito nos debates, que claramente seriam prejudiciais à sua campanha. Além de ser bombardeado pelos demais, seu despreparo e incoerência do discurso com a prática parlamentar viriam à tona, antecipando ainda para a fase eleitoral o patamar de forte rejeição de 2/3 da popolucao que só foi atingindo no período imediatamente pós- eleitoral

    10
    1
    • Despreparo e incoerência? Meu amigo, para quem? Eu trabalho na periferia e lá ninguém acha o discurso do Bozo incoerente. Pelo contrário, o discurso racionalista iluminista, nosso discurso, que é incoerente para eles.!!!!! Rejeição em qual região? Nordeste? Aqui no Sul não havia e não há rejeição. A tal facada teve efeito eleitora mínimo; a eleição do Bozo foi o fecho de um longo processo que se utilizou da ignorância das massas e do ódio e preconceito da classe média e dominante.

      5
      2
  4. Que a facada em Bolsonaro marca um antes e um depois na campanha eleitoral, não ha duvida. As duvidas são justamente essas levantadas pelo Luis Nassif e que pairam até hoje sobre esse acontecimento e, em torno do qual, pesa um enorme silêncio. Se são conspirações as teorias levantadas, por que não são devidamente respondidas?

  5. Nassif, sabe-se o tempo gasto entre o ‘atentado’ e o horário da decolagem do avião que levou os advogados até MG?

    • E quem paga os advogados dele e um canal de televisão segundo o próprio advogado do Adelio mais do jeito que tá as coisas não dá pra saber qual

  6. E a forma como foi prestado a conta da cirurgia. Exército pagando e sendo reembolsado pelo congresso. Muito estranho!

  7. Não, não foi! Reduzir a complexa vitória do Bozo a um atentado é forçar a barra. Na minha região, Sul do Brasil, o efeito do atentado foi mínimo. Já haviam sofrido lavagem cerebral, o voto já era certo para o Bozo. Lembro do primeiro debate, que foi um completo fiasco. Para os eleitores não foi, conheciam o tipo de discurso que ele mantém até hoje, fascista e desconexo. Era isto que queriam. Se fosse uma vitória por pequena diferença, talvez este atentado fosse importante. Mas não foi; o Bozo foi eleito com folga, em um longo e complexo processo de mentiras e calúnias, alicerçada nos piores legados do nosso passado colonial. Talvez muitos não estejam preparados para enfrentar a dura realidade que o fascismo tupiniquim do Bozo expressa a vontade de largas parcelas da população, como classe dominante e como gado.

  8. Me sinto livre em dizer que foi.planejado pelas cabeças que o apoaiaram ,até que me provem o contrário. Pela enxurrada de notícias falsas espalhadas por todos os que o apoiaram.Convivo a mais de 30 anos com.familias italianas, morei anos na Itália, posso afirmar que a mentalidade italiana herdada ,dos inumeros imigrantes italianos que vieram no Brasil , carregam até hoje fortemente a mentalidade de Benito Mussolini. A ideia de apoiar empresas, ter ao lado militares e religiosos , criar uma imagem de honesto, acabar não só com a esquerda, mas com todos que pensam difetente e o principal ponto que e acabar com a midia que não vai a favor do governo, é uma mentaludade antiga e batida, sabe aquele bisnonno, nonna que preserva a moral e os bons costumes, defende a patria e a familia?
    Curiosamente a campanha de Mussolini foi marcada por um episodio similar, para ganhar mais eleitores encomendou um atentado.Eu particularmente não acredito que Bolsonaro fez isso , mas tenho 100% de certeza que seus apoiadores fizeram. Desde que não cause a morte, que mal tem? E se caso Bolsonaro morresse, morreria com ele toda a esquerda. Até que me provem o contrário… para mim tudo foi caso pensado, por convicção politica, ou por convicção religiosa.

    3
    1
        • Claro, você está certo. Como os italianos mais velhos são apegados à pátria e à família, então só pode ser italianos os responsáveis pela facada.
          Isso é que é um raciocínio lógico e concatenado. Parabéns!
          Se você não encontrar um fio de cabelo na cena de um crime, você manda prender o careca mais próximo? Acho que sim…

          • Carpoa, você já leu o livro Anarquistas Graças a Deus, da Zélia Gattai?
            As famílias italianas retratadas no livro, simplesmente odeiam Mussolini.
            Não se pode generalizar de maneira irresponsável.
            Alias, seus avós “carregavam” ou compactuavam com a mentalidade de Mussolini? Os meus não.

        • “ELA TEM TODA A RAZÃO,SOU NETO DE ITALIANOS.”

          Ah, tá… Então você concorda com:

          “A ideia de apoiar empresas, ter ao lado militares e religiosos , criar uma imagem de honesto, acabar não só com a esquerda, mas com todos que pensam difetente e o principal ponto que e acabar com a midia que não vai a favor do governo”

          É cada uma…

        • Você está certo. Como os italianos são apegados à pátria e à família, então só podem ser italianos os responsáveis pela facada.
          Isso é que é um raciocínio lógico e concatenado. Parabéns!
          Se você não encontrar um fio de cabelo na cena de um crime, você manda prender o careca mais próximo? Acho que sim…

        • Você já leu o livro Anarquistas Graças a Deus, de Zélia Gattai?
          As famílias italianas retratadas no livro simplesmente odiavam Mussolini.
          Não se pode generalizar de maneira irresponsável.
          Alias, seus avós carregavam a mentalidade de Mussolini? Os meus não.

    • Pelo princípio de que você está partindo poderia ser influência dos alemães de Hitler, dos japoneses de Hirohito, dos espanhóis de Franco ou dos chilenos de Pinochet.

    • Você é brasileira(o). Seria justo alguém responsabilizá-la pelo Bolsonaro?
      Seria justo alguém afirmar que você, apenas por ser brasileira, compactua com as ideias dele?
      É preciso muita responsabilidade para se “sentir livre” e não declarar coisas como essa que você declarou.

  9. Permita-me discordar mas, para tanto preciso enviar fotos de arquivos que provam o que sei sobre a farsa do atentado.
    mande-me um e-mail para que eu possa envias os documentos.

  10. Se houvesse um mandante com intenção de matar, o atentado seria com arma de fogo.
    E não atingiria a região do estomago, mas sim a cabeça.

  11. Essa história da facada não resiste a uma análise mais atenta. A foto mostra o Bozo sendo conduzido nós ombros de um provável segurança, e nesse caso vejo como muito difícil uma pessoa de estatura normal conseguir acertar uma facada na parte intermediária/superior do abdômen. Teria se ser um sujeito de boa estatura e com boa projeção de força nos braços. Uma boa reconstituição mostraria a dificuldade. Outro detalhe, tirando a estupidez de se tentar um atentado desse com uma faca, qual o lado que mesmo um maluco iria tentar atingir, caso houvesse intenção de matar, o lado esquerdo, o lado do coração. Esse seria o raciocínio de um sujeito simplório como o Adélio. Para fechar, as fotos dessa última semana do Bozo mostrando sob a camiseta, na região o de teria ocorrido a facada, a existência de um volume como um dreno. Maktub. Nome do pastelão: A Fakecada.

  12. Um dado a mais intrigante: como é que um suposto desempregado circula pelo Brasil com tanta desenvoltura: Brasília, S.Catarina e, finalmente, Juiz de Fora, fora as cidades onde esteve e que não sabemos. De onde saía o dinheiro para este “desempregado” que viajava tanto e tinha até um notebook na bagagem?

  13. Com certeza, Deus não é nó cego como Adélio Bispo.
    Geraldo Vandré, aquele bravo e incansável lutador contra a ditadura que compôs a música ‘Pra não dizer que não falei das flores’ compôs também uma música chamada O Menino das Laranjas e outra chamada Terra Plana.
    Somando as pegadas, se depender da letra de Terra Plana, Deus vai atirar no capitão prá matar. Afinal, o câncer na maioria das vezes representa uma sentença de morte.
    Vamos rezar para que o Vandré tenha sido um vidente.
    Enfim , um fio de esperança.
    COMPARTILHEM.

  14. Independente da morte física, se Geraldo Vandré for vidente, o nome da música O Menino das Laranjas indica a morte política do capitão mencionado na música Terra Plana. Ou seja, o MP do Rio vai pegar o Flávio e a coisa toda vai chegar no pai, resultando em um impeachment. Isso é que será justiça divina. Primeiro impeachment. Depois a morte física.
    Vamos ter esperança. Vamos mentalizar para isso acontecer.
    Força MP do Rio! A gente vai chegar lá.
    COMPARTILHEM

  15. COMPARTILHEM.
    Na verdade, muitos anos depois o hino de Geraldo Vandré de resistência à ditadura funcionou. O movimento Diretas Já provou isso.
    Portanto, as pegadas ocultas na letra da música Terra Plana e no nome da música O Menino das Laranjas vão acontecer.
    Vamos mentalizar que a coisa vai funcionar.

  16. COMPARTILHEM.
    Já que estamos transitando no terreno do sobrenatural, recomendo que assistam os episódios da série Johny Bravo no YouTube.
    Vocês vão encontrar um episódio em que Jonhy caiu de paraquedas para governar uma cidade. Em sua governança Jonhy mandou prender o líder da oposição, acobertou a corrupção, mandou construir uma esfinge em sua homenagem no lugar da biblioteca, fechou os hospitais e entregou as florestas para os madeireiros. Acontece que a oposição acabou escapando da prisão e organizou uma rebelião e o povo depôs Jonhy.
    Legal né.
    .

      • Pois não. Falo desde que você compartilhe na internet.
        O episódio é Hail To The Chump – Viva o idiota. É da segunda temporada da série.
        No YouTube tem um vídeo chamado assim: Johnny Bravo / Todos episódios da 2 temporada / completo HD
        O episódio começa nos minutos 1.53.22, senão me engano. Divirta-se
        Observe a pérola: ninguém odeia mais os livros do que eu. Adivinha quem disse essa semana que os livros tem coisa escrita demais? Dou uma bala para quem acertar. E vai um chocolate para quem levantar a dúvida sobre a sanidade do capitão que pode até mesmo estar copiando um personagem de ficção com o qual ele se identifica e jogando o país no buraco. O homem é louco gente.

  17. Amoraiza,
    Amiga, o episódio é Hail To The Chump – Viva o Idiota, da segunda temporada de Jonnhy Branco.
    No YouTube tem uma compilação: Jonhy Bravo / Todos os Episódios da 2 temporada / Completo HD

    O episódio começa nos minutos 1.53.22.
    Olha essa pérola do episódio: ninguém odeia mais os livros do que eu.
    O nosso Jonhy Bravo disse que tem muita coisa nos livros. Sacou?
    Agora alguém tem que perguntar a um psiquiatra qual é a doença mental em que a pessoa delira o bastante para se identificar realmente com um personagem da ficção e agir como ele.
    O nosso presidente é no mínimo débil mental.

  18. Boa tarde Nassif.Nunca acreditei nesse “atentado” em Juiz de Fora por questão de lógica e depois tive a confirmação da farsa depois de analisar várias contradições do caso.O próprio Bolsonaro e o médico escorregaram em “casa de banana”com a cicatriz que mudou de lugar poucos meses depois.Veja aqui nesse vídeo:https://www.youtube.com/watch?v=vUKfhNhfeZk. Não se sabe quem de fato é o Adélio,porque este teve o perfil modificado no facebook a partir de julho de 2018( após frequentar o clube 38 -SC).Analisei diversas vezes os vídeos postados no canal True Or Not.Tem um vídeo que foi gravado pelo militar da reserva, Anderson Miguel(ele aparece de camiseta azul) próximo ao Adélio e aos seguranças do Bolsonaro linK:https://www.youtube.com/watch?v=Mcel27CKdmg.Esse último vídeo divulgado,gravado por esse rapaz de camiseta azul é bastante revelador.As imagens demonstram que o Miguel alertou os seguranças sobre o comportamento estranho do Adélio,mas foi completamente ignorado.Foram duas tentativas do Adélio em cima dos seguranças para conseguir o “feito”na terceira tentativa.O canal Tru or Not não chegou a postar o vídeo completo gravado por esse rapaz,mas nos minutos finais do vídeo o Miguel se identifica como sendo do exército e talvez isso explique o fato dos seguranças terem deixado ele ficar próximo.O rapaz que filma pediu para mostrarem o “ferimento”,mas os seguranças ignoram e logo em seguida ouvimos alguém gritar:tem enfermeira aqui irmão”.Uma coisa é certa os seguranças não permitiram que ninguém fora do grupo tocasse no Bolsonaro isso explica a recusa de uma enfermeira que estava no local.Salvei o vídeo completo se alguém quiser é só entrar em contato por email.

  19. Boa tarde Nassif.Nunca acreditei nesse “atentado” em Juiz de Fora por questão de lógica e depois tive a confirmação da farsa depois de analisar várias contradições do caso.O próprio Bolsonaro e o médico escorregaram em “casa de banana”com a cicatriz que mudou de lugar poucos meses depois.Veja aqui nesse vídeo:https://www.youtube.com/watch?v=vUKfhNhfeZk. Não se sabe quem de fato é o Adélio,porque este teve o perfil modificado no facebook a partir de julho de 2018( após frequentar o clube 38 -SC).Analisei diversas vezes os vídeos postados no canal True Or Not.Tem um vídeo que foi gravado pelo militar da reserva, Anderson Miguel(ele aparece de camiseta azul) próximo ao Adélio e aos seguranças do Bolsonaro linK:https://www.youtube.com/watch?v=Mcel27CKdmg.Esse último vídeo divulgado,gravado por esse rapaz de camiseta azul é bastante revelador.As imagens demonstram que o Miguel alertou os seguranças sobre o comportamento estranho do Adélio,mas foi completamente ignorado.Foram duas tentativas do Adélio em cima dos seguranças para conseguir o “feito”na terceira tentativa.O canal Tru or Not não chegou a postar o vídeo completo gravado por esse rapaz,mas nos minutos finais do vídeo o Miguel se identifica como sendo do exército e talvez isso explique o fato dos seguranças terem deixado ele ficar próximo.O rapaz que filma pediu para mostrarem o “ferimento”,mas os seguranças ignoram e logo em seguida ouvimos alguém gritar:tem enfermeira aqui irmão”.Uma coisa é certa os seguranças não permitiram que ninguém fora do grupo tocasse no Bolsonaro isso explica a recusa de uma enfermeira que estava no local.Salvei o vídeo completo se alguém quiser é só mandar o e mail.

  20. O que mais me intriga é, conhecendo como conhecemos a brutalidade miliciana dos que acompanham o presidente, o Adélio não tenha sido arrebentado e morrido de pancada quando preso no ato da facada. Como pode?

  21. Procure saber sobre a ligação entre o advogado que chegou no dia seguinte pra defender o Adélio e um apresentador da tv alterosa, totalmente bolsonarista. Creio que aí tem caroço.

  22. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome