TV GGN: O fator Carlos Bolsonaro vai mexer com a política, por Luis Nassif

Polícia Civil rompe a cortina de silêncio e coloca Carlos Bolsonaro nas investigações sobre a morte de Marielle

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Recado do Nassif: qual o futuro dos idiotas no governo Bolsonaro?

6 comentários

  1. Nassif, gostaria quando possível sua análise, sobre a atuação do Ciro Gomes. Vou ler daqui a pouco a matéria 14/11. Vejo que Ciro “tá batendo” no PT e acho, com certa razão. Votei no Ciro no 1.turno e claro Haddad no 2. turno. Só tenho elogios à V. ! Tenho um texto de muitos anos atrás escrito Na Folha por V., se me lembro : “FERIADO SIM”… na época trabalhava “como uma maluca” em uma organização muito grande e seu texto fez sentido. Assinar o seu Jornal está no meu radar. Bem, a caminho dos 67 anos não posso ficar esperando Godot … abraços e obrigada !!

  2. Nassif, vamos colocar pimenta no seu angu? Neste imbroglio envolvendo os Bolsonaro, no Rio, acabou despertando em mim, a lembrança do nefasto Eduardo Cunha. Lembro que este era considerado o “rei do baixo clero”, ao qual pertencia o atual presidente. Alegava-se à época que Cunha era o grande financiador por detrás desses sujeitos. A benevolência com que Moro tratou a esposa e filha de Cunha, algo que não reservou à Dona Marisa, na época fez disparar o alarme que havia uma espécie de troca. O que faz sentido desde que se soube pelo Intercept, que Moro recusou utilizar informações do celular de Cunha. Será que havia ligações perigosas com o candidato presidencial? Sabemos quando Moro recusou as informações do celular de Cunha? a cronologia fecharia com o julgamento da esposa e filha, ou é algo ainda mais recente, próximo às eleições de 2018? Será que há alguma ligação entre Cunha, Bolsonaros e, finalmente, no caso Marielle?

  3. Fugindo do assunto ams tem muito a ver com isso, Jean wyllys talvez seja um dos melhores analistas das estratégias da direita internacional e como se manifestam na Am. latina, talvez por ter sido vitima delas.
    Ele anteviu:
    – eleição do bolsonaro
    – a possivel queda dele com caso marielle
    – que poderia ser usado como simbolo da “esquerda” na tentativa de criminalizar movimentos que bolsonaro faz contra “ideologia de genero” e ser usado como um artificio para uma tentativa de golpe futuro. ( basta lembrar as fakenews envolvendo o nome dele como autor do atentado contra bolsonaro)

    Por isso considero importante ler sempre a coluna dele, a desta semana é otima:
    https://jeanwyllys.blogosfera.uol.com.br/uol_amp/2019/11/14/a-alianca-do-mal/?__twitter_impression=true

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome