Revista GGN

Assine
imagem de morallis
Profissão autonomo
Formação rochosa

CONTEÚDOS DO USUÁRIO

Postagens

Zombies!

Por Morallis

Ingleses.

Jamais diria que é uma banda injustiçada já que faziam o que queriam e como queriam.Poderiam ter sido mais uma entre muitas do período mas "cargas d'agua".. gostavam de sofisticar.

The Zombies permanece como referência para bandas atuais assim como foi para bandas contemporâneas.

Belos vocais, belas melodias,bons arranjos, belos solos.

Seu maior sucesso se mantem como um marco...mas há muita coisa escondida em seus discos (cds?)

Vídeo legal!

Leia mais »

Média: 3.6 (11 votos)

O drama de "Belchior"

Enviado por Morallis

O drama de Belchior: Procurado pela polícia e hospedado de favor na casa de fãs

Reproduzo aqui artigo do site "Diálogos políticos", publicado em janeiro de 2014.

Capítulo 1

“No trevo, a 100 por hora”

Edna Prometheu é o pseudônimo da produtora cultural Edna Assunção de Araújo, de 46 anos. Morena, de cabelos encaracolados e baixa estatura, não é uma mulher de beleza estonteante. Militante de organizações de extrema-esquerda, é definida por seus amigos como “idealista utópica”. No começo de 2005, ela estava em São Paulo, no ateliê do artista plástico cearense Aldemir Martins, já morto, quando entrou pela porta o músico Belchior. O cantor de “Paralelas” também pinta quadros e frequenta o ambiente artístico. Edna queria organizar uma exposição de Aldemir no Ceará. Belchior disse que tinha amigos por lá, poderia ajudar. Trocaram telefones.

Os dois acabaram organizando juntos a exposição em Fortaleza, naquele mesmo ano. Na volta, Edna ligou para um amigo e contou a novidade: “Estamos namorando”. A partir daí, a vida plácida de Belchior derrapou no trevo a 100 por hora, como diz a letra de “Paralelas”. Para ficar com Edna, ele abandonou a então mulher, Ângela, com quem estava casado havia 35 anos, mãe de dois dos quatro filhos que tem. Afastou-se dos amigos e foi gradativamente deixando de fazer shows, até sumir sem dar explicações, em 2009. “Essa figura nefasta está fazendo uma lavagem cerebral nele”, afirma Jackson Martins, ex-empresário de Belchior. “Depois dela, sua vida só andou para trás”, diz o artista plástico cearense Tota, amigo de Belchior.

Leia mais »

Média: 4.4 (8 votos)

B-52's pra quem não dançou e dançou!

Enviado por Morallis

Vídeo legal!

Banda descompromissada  e divertida.

E eram muito  bons  ao vivo !

Leia mais »

Média: 3.8 (13 votos)

A música de Luiz Claudio Ramos

Um excelente músico !Pouco citado, mas de grande lida e talento.

Seguindo o post que   fiz  sobre  a série" MPBC" , um

dos (possiveis) momentos brilhantes da gravadora

"Philips".São 11 exemplares  destacando a música

instrumental brasileira do final dos anos 70 e início

dos 80.Não houve relançamentos em "CD"  ( que eu saiba..)

ou seja: O "pega prá capa" quando aparece uma "bolacha"

é forte. Grande violonista e guitarrista Luiz Claudio Ramos!

 

Média: 3 (3 votos)

As abelhas ignorantes e o abelhudo!

Se é montagem não sei.. mas.. um pouco de humor

em dias de "tarjas pretas"  para aliviar!

 

Média: 3 (2 votos)

Aline Mendonça Luz, uma voz mineira

Realmente não sei se "lançaram" no formato CD já que a moça tinha seu próprio selo. Enfim, são 04 vinis complicados  de se encontrar já  que quem possui exemplares não abre mão. Aline era antes de tudo uma "batalhadora" incansável, voz poderosa e afinada  lembrando muito " Maria Bethâna" de início". Sempre trabalhou com músicos de primeira. Foi embora cedo. A obra precisa  ser revisitada e ouvida.

25/12/1946 - 21/10/2003

Que força!

Leia mais »

Média: 3.5 (2 votos)

No tempo dos "Allman Brothers Band".. blues e um timbre de guitarra

Quando....

Ouçam... é o melhor.

Leia mais »

Média: 3 (2 votos)

Ao canto junta-se o encanto exótico de Yma Sumac

Por Morallis

A extensão vocal "sui generis" usada com bom senso ..sem malabarismos outros.

Talentosa ,usava o exotismo de forma positiva.Yma Sumac ainda é objeto de estudo

por sua capacidade vocal.Enfim não era aquela pessoa  que faz "5.000 embaixadas

mas quando em campo tropeça e pisa na bola.Influencia populares ,líricos  (roqueiros)

até hoje. Peruana arretada!

Leia mais »

Média: 3.5 (2 votos)

O canto "bizarro" de Florence Foster Jenkins

Agora sem apagão, corrigido!

Obrigado Mara!

Enfim ouçam!

Ela teria muitas chances atualmente.

 

 

Média: 3.5 (2 votos)

Minha paixão pelo "Love"

Faz um tempinho que não faço uma postagem "musicalis" e fuçando na net encontrei uma  preciosidade do "Love".

Canção-blues do album "Out  Here" cujo a capa(vinil) já dá a dica.Grande Arthur Lee! Um pouco de "Love" em dias de intolerância!

Leia mais »

Média: 3.7 (3 votos)

Video com a barbárie cometida pela polícia de Richa

Ouçam ou som da barbárie!

Obs. Por favor Nassif publique!

Média: 5 (4 votos)

Djalma Corrêa, tambores e vida

No final dos anos 70 a gravadora Philips nos brindou com

uma série chamada "MPBC" ou seja: Música Brasileira Contemporânea.

Interessante era o viés não comercial e a valorização da

música instrumental brasileira do período.Ao todo 11 títulos onde

a qualidade é inconteste.Creio não ter  havido relançamentos em

CD (pelo menos nunca vi)..aos poucos tentarei postar o possível.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Crosby, Stills, Nash & Young - Almost Cut My Hair

Para relembrar.

Um dos grandes momentos do Rock em um trabalho memorável.

Média: 4 (4 votos)

A guitarra nervosa de Stan Webb!

Mais um que bebeu no "negro blues", o pilar do british blues,blues power

e etc. O Chicken Shack não é  a banda mais conhecida do estilo  mas 

seguramente é  uma das mais queridas e respeitadas do fiel  e verdadeiro

público do rock do blues  e das guitarras. Formula básica: Gibson+marshall

+wha-wha+reverb!E como foi dificil arrumar esse LP.Quem conhece sabe

quem não conheceu tambem sabe...para a guitarra agora..tirem as crianças

da sala!

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Os Mutantes! Música e diversão

Essa aqui só saiu  no Lp coletânea do FIC 1972 e em compacto.

Rita Lee em uma das suas últimas participações fechando um ciclo

da banda. Mutantes misturando samba  e rock progressivo com

muito humor e a qualidade de sempre.

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Fotos

Sem colaborações até o momento.

Vídeos

Jongo !

Tião Carrero e Pardinho e o "ponto" do ponto , inclusive

para candidatos(as)!

Arapô, arapô, arapô, arapô, 
É ponto de nego velho, de jongueiro cantador. 
É no ?a? e é no ?erre?, é no ?p? e é no ?ô?, 
Amarrei o leão na linha e o leão não escapou 
Pode crer meu senhor. 


É no estilo de jongo, que cantar agora eu vou 
Fui levar uma boiada, dona Júlia quem comprou 
Ela esperou na porteira, o gado ela contou 
Ela comprou mil cabeças, novecentas só passou 
Dona Júlia era sabida, mas comigo se enganou, arapô, arapô. 


Entrei na roda de jongo, negro velho me falou 
Eu tinha um laço de embira, quando eu era laçador 
Eu fui amansar uma tropa, só de burro pulador 
Quem levou laço de couro, foi só laço que estourou 
Meu laço era de embira, meu laço não rebentou, arapô, arapô. 
 

 

 

A viagem de Ozric Tentacles

Uma Ilha dentro dos anos 80/90,  a alegria dos "freaks remanescentes e  neofitos  de então Piscodélico/prog/étnico

eletrônico/bizarro/espacial ufá! Na linha de Steve Hilage e Gong com  pitadas de Pink Floyd. Chapado!

 

 

 

Eles: Ozric Tentacles!

Tenho um amigo que dizia lá nos anos 80: Mas o que essa banda  esta fazendo aqui?

Seguidires da linhagem  do rock  psicodélico/prog /espacial e até música étnica (ufá!)

o Ozric foi a redenção dos "freaks"  dos anos 70 e 80, sem a loucura e a capacidade instrumental

 musical de um "gong" por exemplo, mas...uma ilha  estranha dentro dos anos 80/90.Chapado!

 

 

Black Sabbath e a convenção das bruxas

Eu me lembro extamente quando ouvi "black sabbath" pela primeira  vez, e era War pigs do "lp paranoid ediçaõ nacional lá no inicio dos anos 70, aquela coisa macabra,

pesada um tanto malandrona (blues?) chamou minha atenão. Era dificil ter informações precisas, tinhamos revistas, artigos  ou por sorte algo importado que caisse nas

mãos, mas mesmo assim a intuição era boa. Foi quando  caiu na minha cabeça uma bomba, já que até então achava que a temática era única do sabbath,mesmo com

outra sonoridade o "Coven" veio antes...descobri muito quando ouvi o primeiro vinil "raissimo" que possuo até hoje., realmente satânico mesmo com ares angelicais.

COVEN -1969

O baixista chamava-se OZ Osborne( coincidência ?)

 

O monstro que se transforma

O belo e  o atual

O monstro que se transforma

Essa é da época que o dicionário Inglês/português morava entre o Lps, acabava dando certo ,com um pouco de  sorte a intuição ajudava,

 a audição ...o êxtase.

Um pouco de Beatles..

Como ousas!!

 

 Li isso num artigo de uma revista  em 1975 .Este disco (?) saiu aqui , mas sempre foi raro, razoavel ,mas essa versão é instigante.

Banda Belga com apenas 3 trabalhos.

Outros Beatles

Houve uma época  em que colecionei versões e releituras dos Beatles dentro de algumas tendências do "rock e até do Pop", exagêros à parte

essa aqui é uma das mais interessantes ,melodia aliterada e arranjo " extravagante" mas bem "sacado". Esperanto banda Belga  com 3 "Lps"

tendo esse uma edição nacional:

Aprendendo a estudar..

Tive o prazer de assitir a este show, coisa que nem o David Byrne conseguiu!

O mundo de "guem o africano

Grande Guem..

Eis o homem ..ôme

Mantenho meu original mas ai esta um relançamento interessante

Eis o homem ..ôme

Descobri dia desses que esse "LP" foi relançado, mantenho meu original.

A insignificância da Bolívia segundo a professora:

Eles, sempre eles...

A insignificância da Bolívia segundo a professora:

Eles , sempre eles....

Documentos

Sem colaborações até o momento.

Áudio

Sem colaborações até o momento.